Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Síria pede suspensão das sanções dos EUA em meio à pandemia de COVID-19

© Sputnik / Mikhail Voskresenskiy / Abrir o banco de imagensBandeira síria no campo de refugiados palestiniano libertado de Yarmouk, no sul de Damasco, Síria (foto de arquivo)
Bandeira síria no campo de refugiados palestiniano libertado de Yarmouk, no sul de Damasco, Síria (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
EUA devem suspender as sanções unilaterais impostas à Síria para que o país possa proteger a saúde de seus cidadãos, disse o ministro da Saúde do país árabe, Nizar Yazigi, durante a 73ª sessão da Assembléia Mundial da Saúde, em Genebra.

Segundo o ministro, "as sanções econômicas, unilaterais e injustas, minaram a capacidade de fornecer muitos serviços básicos, particularmente no setor da saúde".

"Mais uma vez, pedimos que essas medidas sejam levantadas para garantir a saúde e a segurança de nossos cidadãos", afirmou Yazigi, citado pela Reuters.

No dia 7 de maio, o presidente dos EUA, Donald Trump, enviou uma carta ao Congresso na qual anunciou que renovaria as sanções contra a Síria, em função da guerra naquele país.

No final de março, o presidente da Assembleia Geral da ONU, nigeriano Tijjani Muhammad-Bande, pediu o levantamento das sanções unilaterais impostas aos países em desenvolvimento mais vulneráveis ​​à pandemia.

Além disso, o secretário-geral da ONU, António Guterres, exortou os líderes do G20 a abolir as sanções que impedem o fornecimento de alimentos, equipamentos médicos e itens essenciais para que os países possam combater a COVID-19.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала