Segredos de antigos rituais de sacrifício humano na América pré-colombiana são descobertos em estudo

© Foto / Public domainRitual azteca de sacrifício humano
Ritual azteca de sacrifício humano - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Uma pesquisa realizada no México analisou em detalhe os procedimentos e significados dos sacrifícios com extração de corações humanos nas antigas sociedades da atual América Latina.

A prática religiosa de sacrificar pessoas, muitas vezes realizada por membros da elite na Mesoamérica, servia como meio de apaziguar e honrar certas divindades. Os sacrifícios eram realizados em rituais altamente estruturados, carregados de grande significado simbólico.

Um novo estudo da bio-arqueóloga Vera Tiesler e do historiador Guilhem Olivier, no México, fez uma análise anatômica das evidências em esqueletos, que "comparam com fontes históricas sistematicamente comprovadas e mais de 200 casos de extração de corações cerimoniais em códices", disse a Agência Ibero-Americana para a Divulgação da Ciência e Tecnologia (DiCyT, na sigla em espanhol) no seu portal.

Após uma análise dos dados forenses e dos relatos etno-históricos, a investigação identificou três métodos diferentes de extração do coração:

• toracotomia subdiafragmática, na qual era feita uma incisão diretamente abaixo das costelas.

• toracotomia intercostal, na qual o corte era feito entre as costelas

• toracotomia transversal bilateral, na qual o esterno era cortado horizontalmente para alcançar o coração.

Esclarecendo pesquisas anteriores

Estudos prévios indicam que a toracotomia subdiafragmática era uma prática relativamente comum. A nova pesquisa acaba por expandir a literatura existente "fornecendo reconstruções da toracotomia intercostal e da toracotomia transversal bilateral", segundo o comunicado.

Além de esclarecer detalhes previamente desconhecidos sobre técnicas e dispositivos de remoção do coração, a pesquisa lança luz sobre a relação entre rituais de remoção e conceptualizações do corpo humano como fonte de nutrição para as divindades.

"Corações e sangue eram oferecidos como sustento às divindades representando o Sol e a Terra em reconhecimento dos seus sacrifícios durante a criação do universo", explica a DiCyT.

O estudo intitulado Caixas Abertas e Corações Quebrados: Sequências Rituais e Sentidos do Sacrifício do Coração Humano na Mesoamérica, reforça ainda mais as sugestões de que os rituais de sacrifício humano serviam como "atos de compromisso, reciprocidade e recreação".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала