Fim do pornô? Coronavírus atrapalha produção de filmes adultos

© AP Photo / Sem credenciaisAtriz pornô da Índia, Sunny Leone (imagem referencial)
Atriz pornô da Índia, Sunny Leone (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Grupo de produção de filmes pornográficos americano pede para atores e funcionários ficarem em casa enquanto pandemia do coronavírus se espalha pelo mundo.

Em comunicado emitido pelo porta-voz do grupo produtor de filmes pornográficos Free Speech Coalition (FSC, na sigla em inglês) foi pedido:

"FSC conclama a um fechamento voluntário de todas as produções de entretenimento adulto nos Estados Unidos e Canadá até terça-feira, 31 de março", publicou o comunicado o tabloide Daily Star.

A nota também pede para que os envolvidos com a indústria pornográfica "fiquem em casa o quanto possível, saindo somente quando necessário".

A medida foi tomada enquanto diversos estados americanos pediram a interrupção do trabalho de todas as indústrias não primordiais no país, devido à pandemia do coronavírus.

É válido ressaltar que os EUA são um dos maiores países produtores de filmes pornográficos no mundo.

Propagação do coronavírus

Atualmente a pandemia já infectou mais de 200 mil pessoas no mundo.

Enquanto isso, 8.241 mortes foram registradas em diferentes países, ao passo que 82.107 pessoas já se recuperaram da COVID-19.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала