Rússia está preparada para repelir a eventual agressão da OTAN, afirma senador russo

© AP Photo / Pavel GolovkinTanque russo 2S25 Sprut-SD sendo exposto no Fórum EXÉRCITO 2016 (foto de arquivo)
Tanque russo 2S25 Sprut-SD sendo exposto no Fórum EXÉRCITO 2016 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia está preparada para enfrentar um conflito militar em larga escala que a OTAN pode desencadear, e o alto comando russo já tomou as medidas necessárias, disse nesta quarta-feira à Sputnik o membro do comitê de defesa e segurança do Conselho da Federação (Senado Russo), Franz Klintsevich.

O chefe do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia, Valery Guerasimov, falou na terça-feira diante dos adidos militares de países estrangeiros e declarou que a intensificação dos exercícios da OTAN significa que a aliança prepara um grande conflito militar.

"A capacidade defensiva da Rússia é de um nível muito alto, os líderes militares do país já tomaram todas as medidas necessárias para agir efetivamente no caso de desenvolver esse roteiro negativo", avaliou Klintsevich.

Segundo o senador, o "Ocidente coletivo" na figura da OTAN possibilita que os territórios das antigas repúblicas soviéticas do Báltico e das expansões do Pacto de Varsóvia possam servir como um palco de operações militares.

"Esse procedimento só pode nos interessar profundamente, especialmente no contexto da saída dos EUA do Tratado INF sobre mísseis de médio e curto alcance", ponderou ele.

Embora a Rússia não prepare nenhuma incursão, o Ocidente atribui-lhe esses planos e o apresenta como uma agressora, e usa isso como pretexto para aumentar o poder militar da OTAN, enfatizou o senador.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала