EUA e Coreia do Sul fazem 'gesto de boa vontade' para a Coreia do Norte

Nos siga noTelegram
Mark Esper, secretário de Defesa dos EUA, anunciou o adiamento de exercícios conjuntos de seu país com a Coreia do Sul como um "gesto de boa vontade" perante a Coreia do Norte.

Ambos os países tinham exercícios aéreos marcados para o fim deste mês na península coreana.

No entanto, para "apoiar a diplomacia", tanto Mark Esper quanto Jeong Kyeong-doo, ministro da Defesa da Coreia, decidiram adiar os exercícios conjuntos para "promover o diálogo" com a Coreia do Norte, conforme publicou a agência de notícias Yonhap.

"Nós tomamos esta decisão como um gesto de boa vontade para contribuir para um ambiente favorável à diplomacia e ao desenvolvimento da paz", disse Mark Esper neste domingo (17) em um encontro com Kyeong-doo na Tailândia.

Após o anúncio do "gesto de boa vontade" perante o Norte, a autoridade americana expressou ter esperanças na reciprocidade norte-coreana.

"Nós encorajamos a Coreia do Norte a demonstrar a mesma boa vontade", acrescentou Esper, tendo também demonstrado interesse no "retorno da Coreia do Norte à mesa de negociações sem pré-condições e hesitação".

Exercícios conjuntos

Há décadas os Estados Unidos e a Coreia do Sul realizam exercícios militares conjuntos na península coreana.

Apesar dos protestos norte-coreanos contra tal atividade militar, Washington e Seul continuam a conduzir os exercícios, apesar de "se mostrarem interessados" no diálogo diplomático com o Norte para a desnuclearização da península.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала