05:55 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Mísseis balísticos Nodong de médio alcance desfilam em Pyongyang

    Coreia do Norte revela condições para negociar desnuclearização com EUA

    © AP Photo / Wong Maye-E
    Ásia e Oceania
    URL curta
    7150
    Nos siga no

    Pyongyang está pronta para discutir o processo de desnuclearização com Washington depois de EUA renunciarem à sua posição hostil em relação à Coreia do Norte.

    Segundo disse neste sábado (26), durante a cúpula do Movimento Não Alinhado, o presidente do Presidium da Assembleia Popular Suprema (APS) da Coreia do Norte, Choe Ryong-hae, a atual situação internacional se parece muito ao início da Guerra Fria e "a situação na península coreana é crítica".

    "Estamos perante uma grave crise que deve ser resolvida. Depois de assinar o acordo entre a Coreia do Norte e os EUA, a situação não está melhorando. Os EUA devem abandonar a hostilidade contra a Coreia do Norte, bem como suas provocações militares e políticas," disse Choe.

    No início de outubro, a delegação norte-coreana realizou na Suécia negociações oficiais sobre a desnuclearização com a delegação dos EUA, sendo estas as primeiras negociações desde a cúpula de fevereiro de 2019, em Hanói.

    Negociações fracassadas

    No entanto, os diplomatas norte-coreanos deixaram prematuramente o local da reunião, após o que Kim disse que as negociações com os EUA fracassaram. A Coreia do Norte tem estado envolvida em negociações sobre desnuclearização com os EUA desde 2018.

    Kim Jong-un e o presidente dos EUA, Donald Trump, expressaram seu compromisso com a desnuclearização durante as negociações em Singapura em junho de 2019. No entanto, as recentes negociações entre os dois líderes no Vietnã fracassaram devido a desacordos sobre o cancelamento das sanções americanas.

    Mais:

    EUA classificam negociações com Coreia do Norte em Estocolmo de produtivas
    Novo míssil balístico da Coreia do Norte 'é muito difícil de abater', segundo especialista
    Coreia do Norte alerta contra reunião do Conselho de Segurança da ONU após testes de mísseis
    Tags:
    negociações, desnuclearização, EUA, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar