Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

China diz que EUA devem parar de fazer 'declarações irresponsáveis' sobre Hong Kong

© AP Photo / Vincent YuManifestantes marcham no centro da cidade contra uma proposta emenda às leis de extradição em Hong Kong. Caso aprovada, a lei permitirá a extradição para fora do país, incluindo a China continental.
Manifestantes marcham no centro da cidade contra uma proposta emenda às leis de extradição em Hong Kong. Caso aprovada, a lei permitirá a extradição para fora do país, incluindo a China continental.  - Sputnik Brasil
Nos siga no
A China pediu que os Estados Unidos deixem de intervir no processo político de Hong Kong após o discurso de Donald Trump na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

O presidente dos EUA afirmou na ONU que espera que Pequim cumpra suas obrigações com Hong Kong de acordo com a Declaração Conjunta Sino-Britânica de 1984, na qual Pequim prometeu salvaguardar a independência do sistema legislativo de Hong Kong e suas instituições democráticas.

"Hong Kong é um importante centro internacional de finanças, comércio e transporte. O caos em Hong Kong não interessa a nenhum lado, incluindo o lado dos EUA. Pedimos fortemente aos Estados Unidos que respeitem as normas do direito internacional e os princípios fundamentais do comércio internacional, respeitem a soberania da China, parem de interferir nos assuntos internos de Hong Kong e fazer declarações irresponsáveis, e façam mais pelo florescimento e desenvolvimento de Hong Kong ", disse o porta-voz da chancelaria chinesa, Geng Shuang.

Ele ressaltou que a situação em Hong Kong é uma questão de responsabilidade da China e que nenhum país, pessoa ou organização estrangeira tem o direito de interferir.

Hong Kong registra protestos de grandes proporções desde o início de junho. As manifestações começaram como uma reação a um projeto de lei altamente impopular que permitiria que as pessoas fossem extraditadas de Hong Kong para a China continental. Os protestos acabaram se transformando em confrontos violentos entre manifestantes e a polícia.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала