EUA manifestam interesse em reforçar cooperação com Dinamarca no Ártico

CC0 / Unsplash / Comunidade de Tasiilaq na Groenlândia (imagem de arquivo)
Comunidade de Tasiilaq na Groenlândia (imagem de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, e seu homólogo dinamarquês, Jeppe Kofod, discutiram nesta quarta-feira a possibilidade de os dois países, "incluindo a Groenlândia", reforçarem a cooperação na região do Ártico, anunciou a porta-voz da diplomacia dos EUA, Morgan Ortagus.

A conversa entre os dois chanceleres ocorre em meio a atritos criados entre os dois Estados devido a um interesse manifestado pelo presidente americano, Donald Trump, de adquirir a Groenlândia, ilha de grandes dimensões localizada entre o oceano Ártico e o Atlântico, pertencente ao país europeu. Após declarações da primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen, de que não estaria disposta nem a discutir uma possível venda desse território, Trump cancelou uma viagem que faria à Dinamarca nas próximas semanas.

​"O secretário Pompeo falou por telefone hoje com o ministro das Relações Exteriores dinamarquês, Jeppe Kofod, sobre o adiamento da viagem do presidente Trump à Dinamarca. O secretário expressou seu agradecimento pela cooperação da Dinamarca como um dos aliados dos Estados Unidos e pelas contribuições da Dinamarca para abordar prioridades compartilhadas de segurança global. O secretário e o ministro Kofod também discutiram o fortalecimento da cooperação com o Reino da Dinamarca — incluindo a Groenlândia — no Ártico", disse Ortagus nesta quarta-feira, através de um comunicado.

Após o cancelamento da viagem que o chefe de Estado dos EUA faria à Dinamarca no próximo mês, a premiê dinamarquesa disse lamentar a atitude de Trump, mas frisou que o convite para uma cooperação estratégica mais intensa com os Estados Unidos no Ártico ainda está de pé.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала