Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Duterte lança alerta contra a China e sua meta de 'declarar propriedade de um oceano'

© REUTERS / Mark CristinoO presidente chinês, Xi Jinping, com o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, em Manila.
O presidente chinês, Xi Jinping, com o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, em Manila. - Sputnik Brasil
Nos siga no
Antes da cúpula deste fim de semana, o presidente filipino Rodrigo Duterte avisou a China de que deveria ser cautelosa ao reivindicar águas polêmicas por medo de inspirar outros, incluindo os EUA.

Falando à mídia em Manilla nesta sexta-feira, Duterte disse que planeja falar "extensamente" sobre a questão das águas disputadas no mar do Sul da China durante a cúpula que fará com que as economias do sudeste asiático cheguem à capital tailandesa de Bangkok.

No entanto, antes de viajar, o presidente filipino declarou que a China deveria tomar cuidado ao reivindicar corpos inteiros de água.

"Minha pergunta à China, nós somos amigos, mas [...] é correto a China declarar propriedade de um oceano?", perguntou Duterte. Ele prosseguiur afirmando que, se esse fosse o caso, Manilla teria prazer em fazer o mesmo com outros mares próximos e não havia nada que pudesse impedir outros de fazê-lo.

"Agora estou pensando em reivindicar o mar de Sulu como nosso e você não pode passar por lá sem minha permissão. Esse é o perigo", acrescentou Duterte, observando que os EUA poderiam reivindicar metade do oceano Pacífico e outras nações poderiam reivindicar igualmente várias águas para si.

© AP Photo / Li Gang/XinhuaPorta-aviões chinês Liaoning realizando exercícios no mar do Sul da China acompanhado por fragatas e submarinos (foto de arquivo)
Duterte lança alerta contra a China e sua meta de 'declarar propriedade de um oceano' - Sputnik Brasil
Porta-aviões chinês Liaoning realizando exercícios no mar do Sul da China acompanhado por fragatas e submarinos (foto de arquivo)

Enquanto isso, a China criticou os EUA por agirem "provocativamente" no mar do Sul da China, enquanto Pequim é forçada a defender suas reivindicações de forma mais assertiva.

O mar do Sul da China é uma via marítima estrategicamente importante no oceano Pacífico, através da qual um valor estimado de US$ 3,37 trilhões em transações comerciais passa a cada ano.

A China tem controle sobre a maior parte do mar, no entanto, países vizinhos como Filipinas, Vietnã, Taiwan, Indonésia, Malásia e Cingapura contestam várias alegações sobrepostas.

Isso levou a tensões constantemente aumentando nos últimos meses. Em junho, uma embarcação chinesa supostamente atacou um barco de pesca filipino, deixando 22 tripulantes para serem resgatados por outros pescadores filipinos. Um oficial militar das Filipinas comparou o incidente a um "bater e correr".

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала