Espanha destitui governo da Catalunha e marca eleições

© REUTERS / Albert GeaChefe do governo da Catalunha, Carles Puigdemont
Chefe do governo da Catalunha, Carles Puigdemont - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O governo espanhol decidiu destituir o governo da Catalunha nesta sexta-feira (27) após a região ter aprovado a declaração de independência.

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, anunciou nesta sexta-feira (27) a decisão do governo de dissolver o parlamento catalão e destituir do cargo o presidente da região, Carles Puigdemont, além de convocar eleições na Catalunha para o dia 21 de dezembro. 

Mariano Rajoy, primeiro-ministro espanhol - Sputnik Brasil
Sim pela aplicação do artigo 155: Espanha decide suspender autonomia da Catalunha
"Não se trata de suspender nem de intervir no autogoverno, se trata de devolvê-lo à normalidade o antes possível", anunciou Rajoy. 

A decisão foi tomada após a Catalunha ter aprovado a resolução que prevê "constituir uma República Catalã como um Estado independente, soberano, democrático e social".  

O governo espanhol aprovou no Senado a aplicação do artigo 155 da Constituição, que permite que Madri limite os poderes e a autonomia da Catalunha. Ele nunca foi utilizado na história da Espanha e pode elevar ainda mais a tensão na região após um já conturbado referendo de independência no início de outubro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала