EUA não vão fornecer armas letais à Ucrânia

© Sputnik / Nikolay Lazarenko / Abrir o banco de imagensPyotr Poroshenko, presidente da Ucrânia
Pyotr Poroshenko, presidente da Ucrânia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Kiev não receberá de Washington armas letais, disse o presidente da Ucrânia Pyotr Poroshenko, comentando o encontro a portas fechadas com o presidente norte-americano Donald Trump.

Presidente dos EUA, Donald Trump - Sputnik Brasil
Qual é maior obstáculo para entrega de armas letais à Ucrânia? Diplomata dos EUA responde
"Não recebemos nada de ninguém no mundo, não recebemos armas letais algumas. Entretanto, obtivemos compromissos firmes dos nossos parceiros nos EUA, não estamos falando dos sistemas Javelin [lançadores de mísseis antitanque norte-americanos], estamos falando de meios para guerra eletrônica, para tornar as ações das minhas forças armadas mais eficazes", disse ele durante uma entrevista à Fox Business.

Poroshenko chamou as conversações com Trump de "muito produtivas" e declarou que a própria Ucrânia produz "mísseis antitanque muito eficazes".

Tanque ucraniano T-64 durante a Parada militar em homenagem do Dia da Independência da Ucrânia (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Ucrânia não está pronta para integrar a OTAN, diz representante dos EUA
Na terça-feira (19), Poroshenko disse que o Senado dos EUA aprovou a alocação de 500 milhões de dólares (R$ 1,57 bilhões) a Kiev para garantir segurança e defesa da Ucrânia. Ele sublinhou que o projeto de lei prevê o fornecimento à Ucrânia de armas letais defensivas. Entretanto, Washington não confirmou oficialmente essa informação.

Moscou, por sua vez, se expressou repetidamente contra o fornecimento de armamentos a Kiev que, segundo as autoridades russas, apenas agravariam o conflito em Donbass. A maioria dos políticos europeus também é contra o fornecimento de armas a Kiev.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала