Kremlin: A Crimeia não é um assunto para discutir com parceiros estrangeiros

© Sputnik / Natalya Selivyorstova / Abrir o banco de imagensTorres do Kremlin de Moscou, agosto de 2016
Torres do Kremlin de Moscou, agosto de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Dmitry Peskov, porta-voz do Kremlin, falando hoje (15) com jornalistas, disse que o assunto da Crimeia não é tema de discussão com parceiros estrangeiros.

A Rússia continuará explicando a todos os seus parceiros sua posição sobre a Crimeia, mas a reunificação da península com a Ucrânia está fora de questão e jamais será discutida.

"No que toca à Crimeia, vocês sabem que presidente da Rússia explica com muita paciência e de modo muito claro aos seus parceiros por que razão os cidadãos da Crimeia tomaram a decisão de procurar a proteção da Rússia e fazer parte dela", comentou Peskov.

Anteriormente, Sean Spicer, o porta-voz da Casa Branca, havia declarado que Donald Trump espera que a Rússia faça diminuir a escalada da violência na Ucrânia e "devolva a Crimeia".

Orla de Yalta em janeiro, Crimeia - Sputnik Brasil
Moscou sobre Crimeia: Rússia não pretende devolver seus territórios
O porta-voz do presidente russo esclareceu que a Rússia tem aplicado e continua aplicando esforços para resolver a crise ucraniana e encontrar uma solução política.

Voltando ao assunto da Crimeia, Dmitry Peskov sublinhou:

"No que diz respeito à Crimeia, este tema não será discutido porque é simplesmente impossível. A Rússia não discute com parceiros estrangeiros assuntos ligados ao seu território".

Ele expressou a vontade de melhorar todos contatos com parceiros, mas frisou que agora as relações entre a Rússia e a nova administração dos EUA ainda não começaram a ser construídas.

Dmitry Peskov também frisou, sem indicar pormenores, que o assunto da Crimeia não foi abordado durante a conversa telefônica entre o presidente Putin e Donald Trump.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала