Peru propõe acordo de livre comércio transpacífico sem os EUA

© AFP 2022 / SAUL LOEBManifestação contra o acordo TPP. Washington (EUA), 21 de maio, 2015
Manifestação contra o acordo TPP. Washington (EUA), 21 de maio, 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Peru está propondo criar um análogo da Parceria Transpacífico (TPP), acordo de livre comércio entre os países da Ásia-Pacífico, mas sem a participação dos EUA, segundo afirmou nesta terça-feira (22) o primeiro-ministro do Peru, Fernando Zavala.

O premiê destacou que o Peru está pronto para liderar as atividades para criar a zona de livre comércio entre os países da região sem os Estados Unidos, cujo presidente eleito, Donald Trump, já anunciou a intenção de abandonar as negociações para a adesão do país ao TPP. 

"A cooperação entre a Ásia e o Pacífico, que poderia ser transformada em um acordo de livre comércio, é o que é proposto. Se os Estados Unidos não participarem (do TPP), continuaremos neste caminho por conta própria — desta associação de países que consideram que o livre comércio poderia ser útil para seus povos", disse Zavala, citada pelo portal de notícias El Comercio.

Dragão Vermelho, o símbolo da China - Sputnik Brasil
China aposta em dois acordos de livre comércio alternativos ao TPP dos EUA
O TPP procura remover barreiras ao comércio entre seus 12 signatários, que juntos representam 40% da economia mundial: Austrália, Brunei, Canadá, Chile, Japão, Malásia, México, Nova Zelândia, Peru, Singapura, Estados Unidos e Vietnã.

O futuro da parceria foi posto em causa após a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais dos EUA, no início de novembro. Durante sua campanha presidencial, o presidente eleito criticou repetidamente o acordo e expressou o desejo de mudar o foco do comércio global para o desenvolvimento econômico nacional, a fim de apoiar a economia dos EUA.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала