Putin suspende acordo sobre plutônio com os EUA

© US Department of EnergyPlutônio
Plutônio - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente russo, Vladimir Putin, assinou nesta segunda-feira (31) uma lei que suspende o acordo de destruição de plutônio militar com os EUA.

Apesar de revogatório, o documento determina o possível restabelecimento do acordo mediante o cumprimento de uma série de condições por parte de Washington.

Dentre essas condições constam a redução da infra-estrutura militar e do número de tropas nos países membros da OTAN que aderiram à aliança após 1º de Setembro de 2000, bem como a anulação da Lei Magnitsky e de todas as sanções contra pessoas físicas e jurídicas da Rússia que constam nela.

Reator de produção de plutônio da Rússia - Sputnik Brasil
Conselho da Federação da Rússia suspende acordo sobre plutônio com EUA
Antes de chegar à mesa do gabinete presidencial, a lei que suspende o acordo com os EUA foi aprovada por ambas as câmaras do parlamento russo.

Firmado em 2000, o acordo sobre reciclagem de plutônio militar obrigava Washington e Moscou a destruir 34 toneladas de plutônio de uso bélico – quantidade suficiente para fabricar centenas de ogivas nucleares – mediante a sua incineração em reatores nucleares a partir de 2018.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала