Medidas de Moscou contra a Turquia são apoiadas por 99% dos russos

© Sputnik / Aleksandr Vilf / Abrir o banco de imagensParticipante do protesto contra as ações turcas em frente da embaixada russa em Moscou empunha o cartaz com a inscrição "Náo vou à Turquia"
Participante do protesto contra as ações turcas em frente da embaixada russa em Moscou empunha o cartaz com a inscrição Náo vou à Turquia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Quase 100 por cento dos russos acha que as autoridades de seu país tiveram que tomar medidas contra a Turquia após a derrubada do avião Su-24, segundo uma pesquisa realizada pelo centro Wciom.

"Apenas 1 por cento dos inquiridos considera que as autoridades deveriam ter ignorado o incidente e não ter tomado nenhuma ação em resposta", destaca o documento emitido pelo instituto de sondagem.

Presidente turco Recep Tayyip Erdogan na Conferência Climática em Paris, 30 de novembro de 2015 - Sputnik Brasil
‘Lógica errada’ minou relações entre Turquia e Rússia
25% dos entrevistados acredita que as relações com a Turquia vão piorar; 10% consideram inclusive a possibilidade de guerra entre os dois países.

Entre outras consequências possíveis do ataque turco ao bombardeiro russo, mencionam-se também o fechamento da fronteira (6%) e os aumentos dos preços de alimentos e vestuário (3%).

"O incidente com o avião militar russo (…) teve uma grande repercussão social. A grande maioria dos inquiridos (96% na época da pesquisa) estava ciente do que aconteceu", diz o relatório.

A pesquisa também mostra que apenas 14% dos russos pensam que o ocorrido não afetará a situação, enquanto 43% admitem ser difícil fazer um prognóstico.

Aviação russa realiza ataques localizados contra instalações dos terroristas na Síria - Sputnik Brasil
Aviação russa atinge 1458 alvos do Daesh (EI) na Síria em uma semana
Nota-se ainda que a maioria dos participantes da pesquisa continua a apoiar a operação da Rússia contra o Daesh (Estado Islâmico) na Síria, sendo que a derrubada do Su-24 não lhes fez mudar de ideia  (62% durante o último levantamento).

A pesquisa foi realizada entre os dias 28 e 29 de novembro em 130 cidades de 46 regiões da Rússia e contou com a participação de 1.600 pessoas com mais de 18 anos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала