Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Aviação russa atinge 1458 alvos do Daesh (EI) na Síria em uma semana

© Ministério da Defesa da Rússia / Abrir o banco de imagensAviação russa realiza ataques localizados contra instalações dos terroristas na Síria
Aviação russa realiza ataques localizados contra instalações dos terroristas na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga no
No decorrer desta semana a aviação russa realizou 431 voos de combate contra posições do Daesh (Estado Islâmico) na Síria, atingindo um total de 1458 alvos terroristas, informou nesta sexta-feira (4) o porta-voz oficial do Ministério da Defesa da Rússia, general major Igor Konashenkov.

"No decorrer da semana passada, entre 26 de novembro de 4 de dezembro, a aviação russa cumpriu 431 voos de combate a partir da base aérea de Hmeymim e infligiu ataques pontuais contra 1458 alvos de terroristas nas províncias de Aleppo, Idlib, Latakia, Hama, Homs, Deir ez-Zor e Raqqa" – disse Konashenkov.

Segundo o general, entre alguns dos principais alvos terroristas destruídos pelos aviões russos durante a semana constam um grande depósito de armamentos e munições, 12 estações de processamento de combustível, 8 campos de petróleo e mais de 170 estações de distribuição de petróleo, além de postos de comando, campos de treinamento de depósitos de armamentos menores.

Ministro das Relações Exteriores russo Sergei Lavrov - Sputnik Brasil
Abate do Su-24 teve objetivo de minar processo de paz na Síria?
Além disso ele revelou que nas ultimas 24 horas os bombardeiros russos Su-34 atingiram dois comboios pertencentes a terroristas na Síria, destruindo até 40 caminhões-tanque e automóveis pesados convertidos em veículos de transporte de produtos derivados de petróleo.

As missões russas desta semana também conseguiram liquidar alguns líderes terroristas nas imediações da aldeia de El Latamna, na província de Hama, revelou Konashenkov.

"Quero destacar que todos os voos dos nossos bombardeiros e aviões de ataque realizados nesta semana contaram com a cobertura dos caças Su-30" – frisou o general russo.

A Rússia realiza desde 30 de setembro ataques aéreos contra posições do grupo terrorista Estado Islâmico na Síria. A operação aérea russa foi desencadeada por um pedido de ajuda militar enviado a Moscou pelo presidente da Síria, Bashar Assad.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала