Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

‘Lógica errada’ minou relações entre Turquia e Rússia

© AP Photo / Francois MoriPresidente turco Recep Tayyip Erdogan na Conferência Climática em Paris, 30 de novembro de 2015
Presidente turco Recep Tayyip Erdogan na Conferência Climática em Paris, 30 de novembro de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga no
A Turquia tomou algumas decisões errôneas que resultaram na escalada do conflito com a Rússia, disse o jornalista da publicação francesa Le Huffington Post, Romain Herreros.

Tendo adotado uma posição ambígua em relação ao Daesh (grupo terrorista também conhecido como Estado Islâmico) e lutando contra os curdos (que, na opinião do Ocidente podem ajudar no combate a este grupo jihadista), Ancara conseguiu provocar a indignação das autoridades ocidentais.

“Ficando no caminho rumo ao isolamento em termos diplomáticos, a Turquia tomou um leque de más decisões que hoje levam à escalada nas relações com Moscou”, disse Herreros.

Caças franceses Rafale voam rumo à Síria em setembro de 2015 - Sputnik Brasil
Turquia abre seu espaço aéreo para a França bombardear o Daesh
O jornalista aponta para a cumplicidade com o Daesh como o primeiro erro da Turquia. Apesar de o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, ter declarado várias vezes que a Turquia não compra petróleo dos terroristas, muitos fatos provam a existência dos laços entre serviço de inteligência turca e a liderança dos militantes.

Na opinião do autor, esta decisão foi um erro porque as ligações entre a Turquia e os terroristas não protegeram o país dos atentados terroristas e resultou numa confrontação indireta com a Rússia.

O segundo erro foi uma atitude positiva no que diz respeito ao surgimento do Daesh. O apoio que Ancara presta ao grupo terrorista tem provavelmente a ver com o fato de que a organização ameaça o regime do presidente sírio Bashar Assad e as forças curdas. O presidente turco queria acelerar a derrubada de Assad com a ajuda dos terroristas para estabelecer um regime sunita do outro lado da fronteira turca.

“Apoiando os adversários de Bashar Assad a Turquia adotou a lógica de confrontação com Moscou, cujos resultados observa hoje. Amigos dos meus inimigos são meus inimigos“, nota Herreros.

Comprador no supermercado russo escolha tomates - Sputnik Brasil
Putin: Rússia não se limitará ao embargo de tomates importados da Turquia
Este erro levou ao agravamento das relações com a Rússia e à falta de confiança dos aliados ocidentais.

O terceiro erro da Turquia é a decisão de desenvolver a lógica de escalada da situação. A Turquia se encontrou em um beco sem saída e decidiu abater o avião russo. Se Erdogan pode defender o direito à soberania do seu espaço aéreo, não podia ignorar as consequências deste incidente.

Quando o acordo sobre a luta contra o Daesh entre a Rússia, a França, o Reino Unido e os EUA estava em elaboração, a Turquia se recusou a adotar uma postura razoável, destacou Herreros.

Este erro consiste na falta de esperança para criar uma ampla coalizão contra o Daesh quando Obama e Putin estavam próximos de alcançar o acordo. A Turquia não poderá ser considerada como uma força pacificadora na região porque contribuiu para o surgimento do monstro, conclui Herreros.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала