00:30 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade

    COVID-19 e o mundo no final de julho

    A situação mundial com o coronavírus continua complexa apesar dos avanços na produção de vacinas contra a doença. A Rússia, por exemplo, anunciou ter completado os testes clínicos de sua primeira vacina, dando alta a todos os voluntários. Além disso, os EUA e o Reino Unido anunciaram sucessos nas testagens de suas vacinas. Entretanto, o número de infectados no mundo vem batendo recordes diários. Até o dia 21, no mundo havia mais de 14,7 milhões de infectados, com cerca de 3,8 milhões de infectados nos EUA, 2,1 milhões no Brasil e 1,1 milhão na Índia. Em muitos países, após um breve afrouxamento das limitações, essas parecem estar de volta. A República Dominicana repôs estado de emergência que havia sido cancelado no início de julho. Na Austrália, as reuniões do parlamento foram suspensas. Na Bélgica, em um tempo recorde, o número de infectados subiu quase 60%. Já as autoridades do Chipre resolveram que o pior está no passado, tendo permitido a entrada de turistas de 50 países.