09:38 05 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Sociedade

    Coronavírus no mundo em meados de dezembro

    O mundo continua enfrentando um dos piores momentos da história, com a quantidade de mortos e infectados só aumentando por causa do coronavírus. Segundo estatísticas da Universidade John Hopkins, até meados de dezembro, os casos registrados de coronavírus no mundo correspondiam a mais de 69,5 milhões. EUA (mais de 15,6 milhões), Índia (mais de 9,7 milhões) e Brasil (mais de 6,7 milhões) lideram. O coronavírus já matou mais de 1,5 milhão de infectados confirmados. Os EUA já perderam mais de 292 mil pessoas, mais até do que na Segunda Guerra Mundial. O Brasil já perdeu mais de 179 mil pessoas e a na Índia a COVID-19 tirou a vida de mais de 142 mil pessoas. Ao mesmo tempo, continua a corrida por aplicação de vacina. Desde 5 de dezembro, Moscou começou vacinação em grande escala. Em 2 de dezembro, o Reino Unido foi o primeiro país a aprovar o uso do imunizante da Pfizer, seguido pelo Bahrein, dois dias depois. O Reino Unido começou a vacinar sua população em 8 de dezembro. No dia 9, o Canadá tornou-se o terceiro país a aprovar a vacina em questão. No mesmo dia, Israel anunciou que vai começar a imunizar a população com a vacina da Pfizer no dia 27 de dezembro, embora o imunizante ainda não tenha sido aprovado pelas agências regulatórias do país. Na Argentina, Alberto Fernández, anunciou a assinatura de contrato de compra da vacina russa contra coronavírus Sputnik V, e afirmou que será o primeiro a tomá-la por não ter "dúvida nenhuma da sua qualidade".

    Mais