20:39 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    116
    Nos siga no

    O programa, denominado XCheck, estabeleceu-se inicialmente como uma medida de controle das ações empreendidas contra os perfis de famosos, incluindo políticos e jornalistas.

    Documentos internos do Facebook, que o jornal The Wall Street teve acesso recentemente, revelam que foi desenvolvido um programa que permite aos famosos não cumprirem com certas regras da rede social que supostamente são aplicadas a todos os usuários da plataforma.

    O programa, denominado XCheck, foi estabelecido inicialmente como uma medida de controle das ações empreendidas contra os perfis de famosos, incluindo políticos e jornalistas.

    Contudo, o sistema praticamente permite aos usuários VIP publicarem material que viola as regras da rede social, já que alguns deles estão na chamada "lista branca" e são imunes às medidas restritivas.

    Em particular, em 2019 Neymar publicou fotos de uma mulher nua, que havia o acusado de abuso, que foram vistas por milhões de pessoas antes que o Facebook a eliminasse.

    Além disso, segundo o texto, diversos internautas VIP divulgavam informações que são consideradas falsas pelos verificadores da rede social, por exemplo, o suposto fato de que as vacinas são mortais ou que o ex-presidente norte-americano, Donald Trump, havia qualificado de "animais" os refugiados que solicitavam asilo no país.

    Os materiais obtidos pelo WSJ demonstram que o Facebook está ciente das falhas da plataforma, porém não toma medidas para corrigi-las.

    Mais:

    Facebook, Twitter e Google ameaçam deixar Hong Kong devido à proposta de lei de dados, diz mídia
    Facebook implementa software de IA capaz de detectar fotos e vídeos falsos
    CPI vai convocar Facebook e YouTube para saber por que permitem lives negacionistas de Bolsonaro
    Tags:
    Facebook, Facebook, tecnologia, tecnologias, violação, violação, violação de direitos, regras
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar