14:49 13 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)
    577
    Nos siga no

    O fundador da Microsoft, Bill Gates, disse que acredita que a pandemia de COVID-19 estará perto do fim na primeira metade de 2022.

    A previsão do empresário norte-americano foi feita durante entrevista ao Hindustan Times, publicada nesta sexta-feira (11), .

    "No primeiro semestre de 2022, devemos conseguir obter uma cobertura de pessoas vacinadas que trará o fim desta pandemia", disse Gates.

    O empresário, no entanto, acredita que a situação nos países mais ricos possa começar a melhorar um pouco antes – mais precisamente, na metade de 2021.

    "No verão de 2021 [no hemisfério norte], os países ricos terão mais cobertura de vacinas do que outros países. Então, os países ricos vão em grande parte voltar ao normal. Mas eu ainda acho que, como o vírus estará no mundo, ainda seremos um tanto conservadores em relação a grandes eventos públicos. Então ainda teremos algumas máscaras”, disse o empresário.

    No início desta semana, a Fundação Bill & Melinda Gates anunciou o investimento de US$ 250 milhões (mais de R$ 1,2 bilhão) para "apoiar a pesquisa, o desenvolvimento e a distribuição equitativa de ferramentas que salvam vidas" na luta contra a pandemia de COVID-19. Com a quantia, a fundação de Bill Gates já aplicou US$ 1,75 bilhão (quase R$ 9 bilhões) em pesquisas para o combate ao novo coronavírus.

    A resposta à COVID-19 será o maior esforço de saúde pública na história da humanidade.

    Nossa fundação tem um papel a cumprir, e vamos usar nossos relacionamentos e recursos para garantir o aceleramento do fim da pandemia.

    Nesta sexta-feira (11), o número de mortes por COVID-19 em todo o mundo ultrapassou a marca de 1,5 milhão, enquanto o número de infectados é de mais de 70 milhões, de acordo com a Universidade Johns Hopkins.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)

    Mais:

    Brasil tem quase 180 mil mortes provocadas pela COVID-19
    Austrália interrompe desenvolvimento de vacina contra COVID-19 devido a efeito inesperado
    Casos de reinfecção por COVID-19 são raros e não devem ser levados como regra, diz virologista
    Secretário de Saúde dos EUA: vacinação contra COVID-19 começará na próxima semana
    São Paulo anuncia medidas contra COVID-19 e amplia número de leitos de UTI
    Tags:
    pandemia, novo coronavírus, COVID-19, Bill Gates
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar