20:32 05 Março 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)
    350
    Nos siga no

    A quantidade de mortes devido ao coronavírus nos EUA já ultrapassou as vidas norte-americanas perdidas em combates durante a Segunda Guerra Mundial.

    Na noite de quinta-feira (10), o número de vítimas mortais da COVID-19 nos Estados Unidos ultrapassou o número de mortos do país durante combates na Segunda Guerra Mundial, de acordo com o jornal USA Today, fazendo referência a dados do Departamento de Assuntos de Veteranos dos Estados Unidos.

    Durante a Segunda Guerra Mundial, 291.557 norte-americanos morreram em combates, segundo dados do departamento. Já a COVID-19 matou 292.141 pessoas somente em território norte-americano, conforme dados da Universidade Johns Hopkins da noite de quinta-feira (10).

    A Universidade Johns Hopkins soma dados de autoridades federais e estaduais, mídia e outras fontes abertas.

    Além disso, na quarta-feira (9), os EUA registraram um total de 3.011 mortes por COVID-19, um recorde para o país desde o início da pandemia. O número de óbitos do recorde ultrapassa a quantidade de vítimas mortais durante os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, que vitimaram 2,9 mil pessoas, e ataque a Pearl Harbor, causador de 2,4 mil vítimas mortais.

    De acordo com os dados da Universidade Johns Hopkins, os EUA são o país mais impactado pela pandemia em números absolutos de mortes e casos. Os casos de COVID-19 confirmados nos EUA correspondem a 15.616.380.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)

    Mais:

    Sanções 'desumanas' dos EUA impedem Irã de comprar vacinas contra COVID-19, segundo Banco Central
    Bolsonaro: Brasil vive 'finalzinho de pandemia' e foi o país que 'melhor se saiu' contra a COVID-19
    Anvisa autoriza uso emergencial de vacinas contra COVID-19
    Tags:
    vírus, COVID-19, novo coronavírus, pandemia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar