07:23 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (78)
    1140
    Nos siga no

    Estes sintomas podem se manifestar de diferentes maneiras conforme a idade do paciente e as características específicas do seu organismo.

    As dores musculares, cansaço e bolhas nos pés figuram entre os sintomas que podem indicar que uma pessoa está infectada com a COVID-19. Os sinais podem se manifestar de formas diferentes conforme a idade e características de cada paciente.

    Esta foi a conclusão obtida por um grupo de pesquisadores britânicos, que entregou o resultado de seu estudo ao Grupo Consultivo Científico para Emergências (SAGE, na sigla em inglês), que, por sua vez, os transmitiu às autoridades do país, informa o tabloide Daily Mail.

    Entre as conclusões transmitidas, os pesquisadores afirmam também que até uma terça parte das pessoas com COVID-19 não mostra sintomas, ainda que possam ter a mesma probabilidade de transmitir o vírus a outras pessoas.

    Um documento preparado pelo Grupo Consultivo de Ameaças de Vírus Respiratórios Novos e Emergentes (NERVTAG, na sigla em inglês), apresentando em 17 de setembro, salientou sintomas como a perda de olfato e paladar, febre, dor no peito, dor muscular, voz rouca, diarreia, delírio e bolhas nos pés.

    Pessoas caminham com máscaras enquanto chove na China
    © AP Photo / Andy Wong
    Pessoas caminham com máscaras enquanto chove na China

    Além disso, o grupo também referiu as erupções cutâneas no rosto e pescoço como indicadores altamente específicos da COVID-19 nos sete dias anteriores a um resultado positivo do teste.

    Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores se basearam em dados do aplicativo Covid Symptom Study (uma base de dados de milhões de usuários que relataram sinais da doença e os resultados de seus testes), assim como no estudo The First Few Hundred sobre os primeiros pacientes com a doença na China.

    Contudo, com o intuito de evitar um grande aumento do número de testes e uma possível sobrecarga para os hospitais do país, o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido não incluirá estes novos sintomas em sua lista oficial.

    Tema:
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (78)

    Mais:

    Brasil registra 323 mortes por coronavírus e óbitos chegam a 146.675
    Protesto contra medidas restritivas da COVID-19 reúne mais de 10 mil em Londres
    Esperança de que calor freasse coronavírus no Brasil não se concretizou, diz virologista
    Tags:
    sintomas, vírus, pandemia, estudo, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar