22:54 30 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    0 0 0
    Nos siga no

    O canal russo RT abre as inscrições para o prêmio anual de jornalismo Khaled Alkhateb, que reúne o melhor do jornalismo em zonas de conflito.

    Nesta sexta-feira (15), o canal RT abre as inscrições para o prêmio Khaled Alkhateb 2020, competição focada em material jornalístico produzido em zonas de conflito.

    Jornalistas de todo o mundo podem inscrever seus materiais nas categorias Melhor Vídeo de Jornalismo em Zona de Conflito: Longa-Metragem; Melhor Vídeo de Jornalismo em Zona de Conflito: Curta-Metragem e Melhor Jornalismo Escrito em Zona de Guerra.

    A competição, que já está em sua terceira edição, leva o nome do jornalista freelancer do canal, que faleceu exercendo a sua profissão na linha de combate na Síria.

    Cerimônia de premiação do Prêmio Khaled Alkhateb da emissora russa RT, 30 de julho de 2018
    © Sputnik / Ramil Sitdikov
    Cerimônia de premiação do Prêmio Khaled Alkhateb da emissora russa RT, 30 de julho de 2018

    Os finalistas da primeira edição, celebrada em 2018, eram profissionais oriundos de mais de 20 países, que submeteram materiais em 10 idiomas diferentes.

    Os vencedores foram jornalistas do Iraque, Irlanda e Singapura, cujos materiais relatavam a situação na Síria e no Iraque, após a expulsão do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e demais países) e a batalha de Marawi, nas Filipinas.

    Jornalista laureada com o prêmio Khaled Alkhateb discursa durante cerimônia, em 30 de julho de 2018
    © Sputnik / Ramil Sitdikov
    Jornalista laureada com o prêmio Khaled Alkhateb discursa durante cerimônia, em 30 de julho de 2018

    O júri era formado por uma banca de especialistas em jornalismo em zonas de guerra e conflitos armados, que incluía o veterano correspondente da emissora norte-americana CBS, Philip Ittner, e o membro da Associação Internacional de Radiodifusão (AIB, na sigla em inglês), Tom Wragg.

    Em 2019, os jornalistas laureados eram da Rússia, EUA, Itália e Índia. Suas reportagens cobriam acontecimentos na Síria, Líbia e Iraque. A premiação foi celebrada no âmbito do evento do canal, "Cobrindo Conflitos: Dimensões, Riscos e Reponsabilidades do Jornalismo em Zona Quente de Conflito". Na ocasião, jornalistas de todo o mundo debateram temas como a imparcialidade na zona de guerra e a propagação de fake news nas linhas de combate.

    Neste ano, os ganhadores do prêmio Khaled Alkhateb serão anunciados no dia 30 de julho, data da morte do jornalista de 25 anos, assassinado durante bombardeio do Daesh em Homs, na Síria, em 2017.

    Em 2018, o presidente russo, Vladmir Putin, concedeu uma homenagem póstuma com a Medalha da Coragem ao jornalista, que deu a vida pela profissão.

    Mais:

    Correspondente do RT fica gravemente ferida durante reportagem na Síria
    Tontura, febre alta e enjoo: jornalista da Sputnik conta como sobreviveu ao coronavírus
    Pandemia pode pôr fim à liderança mundial dos EUA, sugere jornal francês Le Monde
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar