03:00 30 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    2162
    Nos siga no

    A imersiva reportagem intitulada Paris Mayday (Pedido de Socorro a Paris, em tradução livre) sobre os protestos em Paris, realizada pela Sputnik França, conquistou o prestigiado prêmio internacional Shorty Awards na indicação Vídeo 360.

    A filial francesa da agência Sputnik venceu a disputa superando projetos da Al-Jazeera, da fundação de caridade de Mark Zuckerberg e sua esposa - a Chan Zuckerberg Initiative, da corporação norte-americana Capital One e da empresa de cruzeiros Royal Caribbean International.

    A reportagem Paris Mayday lançou um olhar sobre os protestos na França através do ponto de vista da correspondente da Sputnik França, que foi uma das poucas jornalistas mulheres a relatar os protestos dos Coletes Amarelos.

    Esta reportagem no formato de vídeo em 360 graus trouxe uma abordagem objetiva das realidades do jornalismo de campo e uma imersão completa na atmosfera das manifestações no país europeu. 

    Vale lembrar que, em 2017, o presidente da França, Emmanuel Macron, acusou a agência Sputnik e o canal RT de produzirem conteúdo desfavorável a ele durante as eleições, chegando a negar credenciais a jornalistas dessas mídias russas à sede do seu comitê de campanha.

    O Shorty Awards é um prêmio anual de promoção de mídia social. Em 2020, o prêmio será concedido pela 12ª vez. A cerimônia de premiação deveria ser realizada em 3 de maio em Nova York, mas por conta da pandemia da COVID-19, ela será realizada on-line. O Shorty Awards celebra as pessoas e eventos mais influentes do mundo das mídias sociais, como Facebook, Twitter, YouTube, Instagram, TikTok e outros.

    Mais:

    Correspondente do RT fica gravemente ferida durante reportagem na Síria
    Embaixada da Rússia condena 'ataques' do Pentágono contra RT e Sputnik
    França: 'coletes amarelos' entram nas fileiras das manifestações contra reforma da previdência
    Tags:
    coletes amarelos, protesto, prêmio, Sputnik France, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar