03:45 03 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    Países combatendo COVID-19 no meio de abril de 2020 (105)
    1223
    Nos siga no

    Para o médico que está liderando o combate contra o novo coronavírus em Xangai, na China, dentro de cerca de meio ano o mundo será confrontado com uma segunda onda do SARS-CoV-2.

    Zhang Wenhong, diretor do departamento de doenças infecciosas do Hospital Huashan, em Xangai, afirmou ao portal de notícias Caixin que a presente pandemia só será debelada daqui a alguns meses.

    Nova onda

    O médico alertou para o fato de uma segunda onda da doença COVID-19, provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, poder começar dentro de meio ano.

    Porém, graças à experiência até agora acumulada, sobretudo no campo do diagnóstico, o especialista prevê que este segundo surto da doença não seja tão grave quanto o atual.

    Zhang referiu ainda que a Europa e os Estados Unidos estão prestes a atingir seu pico e a achatar a curva em termos de infecções, mas alerta "que os surtos só agora começaram em outras partes do mundo. Levando isso em consideração, a pandemia poderia ser contida em três ou quatro meses".

    "A nova onda pode começar no final do outono. Um novo surto da pandemia internacional é muito provável", acrescentou o especialista.

    Pandemia em números

    Zhang destaca ainda o fato de novos surtos estarem ocorrendo em países com recursos médicos insuficientes e com economias pouco desenvolvidas, sobretudo na África, América do Sul e Índia. Para o especialista, estas circunstâncias trazem incertezas à luta global contra a pandemia.

    O número total de pessoas infectadas com SARS-CoV-2 no mundo atingiu 1.934.583 e o de mortes 120.883, de acordo com os últimos dados divulgados hoje (14) pela Universidade Johns Hopkins.

    Na América Latina, o Brasil continua a ser o país com maior número de infecções, com 23.723 casos confirmados, seguido pelo Peru, Equador e Chile.

    Tema:
    Países combatendo COVID-19 no meio de abril de 2020 (105)

    Mais:

    Apontada semelhança de ataque do coronavírus e HIV ao sistema imunológico
    Número de infectados por coronavírus no Brasil pode ser 15 vezes maior, alerta grupo de cientistas
    'Fantasmas' vigiam vila na Indonésia para manter pessoas em casa (FOTO)
    Tags:
    novo coronavírus, China, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar