02:38 06 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    51322
    Nos siga no

    De acordo com uma pesquisa do projeto Sputnik-Opinião, só 15% das pessoas perguntadas, ao responder à pergunta “Quem jogou o papel-chave na Vitória sobre o nazismo na Segunda Guerra Mundial?”, escolheram a União Soviética entre outras variantes (Reino Unido, Estados Unidos, outros países ou a opção “não sei”).

    A maioria dos habitantes dos EUA (79%), da França (58%) e a metade das habitantes alemães (50%) julgam que foi o exército dos Estados Unidos que deteve a liderança na Vitória sobre o nazismo. Ao mesmo tempo mais da metade dos britânicos (59%) acreditam que o seu país exatamente foi a principal força na luta contra o nazismo, o papel-chave dos Estados Unidos só é reconhecido por 11% dos britânicos, mas o da União Soviética, por 15%. Esta pesquisa foi realizada pelas empresas britânica e francesa Populus e Ifop para a agência de notícias e emissora de rádio Sputnik.

    Na Alemanha, comparando com outros países, a maioria dos cidadãos acredita que foi a União Soviética que desempenhava o papel mais importante na luta contra o nazismo — 24%, e as opiniões dos habitantes da Alemanha Oriental e Ocidental são muito diferentes: apenas 16% dos alemães ocidentais reconhecem o papel da URSS, comparando com 55% dos alemães orientais e 35% dos em Berlim. A contribuição da União Soviética na luta contra o nazismo e destacada com menor frequência nos EUA — apenas 7%, e na França — 12%.
    Cada país tem seu detalhe, mas um número geral de cerca de 14-15% dos respondentes desistiram de indicar o país que desempenhou o papel fundamental na libertação da Europa dos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Cerca de 1-2% dos entrevistados em cada país decidiram que um papel fundamental na libertação da Europa foi desempenhado por algum outro país.

    A percepção do papel da União Soviética na libertação da Europa mudou fundamentalmente ao longo dos últimos 70 anos. O fato é constatado pelos dados da pesquisa do Instituto de Pesquisa de Opinião Pública Ifop, o mais antigo da França. Assim, a proporção de habitantes de Paris que acreditam que a União Soviética fez a maior contribuição para a Vitória sobre o nazismo, diminuiu de 61% em 1944 para 20% em 2004.

    De acordo com várias estimativas, o Exército Vermelho libertou quase 50% dos Estados europeus modernos, além da parte europeia da Rússia, e às vezes sofreu grandes baixas em comparação com os aliados. A população total dos países libertados pelo Exército Vermelho conta mais de 120 milhões de pessoas nos 16 países presentemente independentes da Europa. A libertação de mais seis países foi realizada pelo Exército Vermelho juntamente com os aliados.

    Quem venceu o nazismo? As pessoas opinam
    © Sputnik /
    Quem venceu o nazismo? As pessoas opinam

    Nos EUA e Reino Unido a pesquisa foi realizada pela empresa de opinião pública Populus para a Sputnik entre 15 e 21 de abril de 2016. Na França e Alemanha a pesquisa foi levada a cabo pela francesa Ifop de 14 a 18 de abril de 2016. A amostra é representativa da população por sexo, idade e localidade geográfica. O intervalo de confiança por país é +/- 3,1%, a margem de confiança é 95%.

    O que é o Sputnik-Opinião?

    Este projeto internacional de estudo da opinião pública começou em janeiro de 2015. As conhecidas empresas Populus e IFop são parceiras do projeto. No quadro da Sputnik-Opinião (Sputnik.Polls) são realizadas regularmente pesquisas em vários países da Europa e dos EUA sobre os temas sociais e políticos de maior atualidade.
    A Sputnik (sputniknews.com) é uma agência de notícias e rádio com representações e redações multimídia em dezenas de países. A Sputnik inclui sites (34 ao todo), emissões rádio analógicas e digitais, aplicativos para celular e páginas nas redes sociais.

    Tags:
    Segunda Guerra Mundial, nazismo, opinião pública, União Soviética, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar