10:16 22 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Bomba nuclear B61

    Cidadãos alemães desejam fim de confrontação com Rússia temendo III Guerra Mundial

    © flickr.com/ Dave Bezaire & Susi Havens-Bezaire
    Sociedade
    URL curta
    264342541

    O movimento de direitos civis alemão "Solidarität" (Solidariedade) lançou uma petição online contra a Terceira Guerra Mundial em seu site. Segundo os ativistas, as provocações militares dos EUA contra a Rússia e a China representam uma séria ameaça para a humanidade.

    No 70º aniversário dos bombardeios de Hiroshima e Nagasaki, o mundo se encontra mais perto de uma guerra nuclear do que nunca desde a crise dos mísseis em Cuba, em 1962, segundo diz a petição.

    Os autores do documento salientaram que com a implantação unilateral de sistemas de defesa de mísseis contra a Rússia e o rápido desenvolvimento de uma nova geração de armas táticas nucleares B-61-21, os EUA representam uma séria ameaça à segurança do mundo como um todo.

    "Relatórios recentes têm revelado que durante as manobras da OTAN [nomeadas] "Trident Juncture 15", o uso de armas nucleares contra a Rússia está definido para ser feito, entre outras coisas", disse o site.

    Após estas "inconfundíveis provocações" a Rússia também está "atualizado significativamente" suas forças nucleares estratégicas.

    "Com o arsenal nuclear de hoje, que pode acabar com todos os seres humanos dezenas de vezes, o mundo está sonambulisticamente aproximando-se do abismo. Nós, abaixo assinados, exigimos o fim imediato do confronto com a Rússia e a China e o retorno a uma resolução política de todos os conflitos ", defende a petição.

    Em junho, cerca de 100 generais e oficiais superiores das antigas forças armadas da Alemanha Oriental condenaram a retórica de guerra do Ocidente contra a Rússia em carta aberta ao público alemão e apelaram à cooperação entre as partes.

    Seis meses antes, mais de 60 proeminentes representantes alemães nas áreas da política, negócios, cultura e mídia também haviam exigido o estabelecimento de um novo curso de ação em relação à Rússia. Eles alertaram para uma possível nova guerra na Europa e apelaram para uma suavização nas tensões.

    Mais:

    Opinião: desculpas do Japão pela Segunda Guerra Mundial são insuficientes
    Cidadão da Suécia é investigado por crimes de guerra cometidos na Ucrânia
    Barack Obama: A alternativa ao acordo nuclear com o Irã é a guerra
    Chefe do Instituto da Paz americano prefere a guerra
    A era dos tanques: razões para o regresso das armas da Guerra Fria
    Tags:
    diálogo de paz, guerra nuclear, tensão, Solidarität, OTAN, Europa Oriental, Alemanha, China, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik