22:32 18 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    1190
    Nos siga no

    O Ministério das Relações Exteriores russo afirmou que a inteligência dos Estados Unidos provoca países estrangeiros para "obter mais dinheiro do orçamento", sendo as alegações norte-americanas sobre Moscou estar relacionada aos ataques cibernéticos à SolarWinds "absurdas".

    Na quinta-feira (13), a representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, afirmou que as acusações dos EUA sobre a ligação de Moscou com os ataques cibernéticos ao software da SolarWinds parecem cada vez "mais absurdas".

    "As acusações contra Moscou são infundadas e são cada vez ainda mais absurdas", disse Zakharova.

    "A administração Biden, em uma estilística de altamente provável, na tradição de acusar Moscou de todos os pecados reais e irreais, justificou a 95ª onda de sanções antirrussas através do hackeamento de equipamento correspondente que está sendo usado pelas instituições estatais dos EUA", segundo a representante oficial da chancelaria russa.

    Zakharova disse que os serviços de inteligência norte-americanos usam "bandeira estrangeira" para provocações no intuito de "obter mais dinheiro do orçamento" dos EUA.

    Em dezembro de 2020, várias instituições norte-americanas foram atacadas através do software da empresa SolarWinds. No início de janeiro, a Agência de Segurança Cibernética e Infraestrutura (CISA, na sigla em inglês) publicou uma declaração do Departamento Federal de Investigação (FBI, na sigla em inglês) e outras instituições dos EUA que sugeriu que foi a Rússia quem organizou o ataque cibernético em massa.

    Os alvos dos ataques seriam os dados de inteligência norte-americana. No entanto, foi declarado que os hackers não obtiveram acesso a informações sensíveis.

    Os Estados Unidos impuseram sanções contra 32 entidades e indivíduos russos. Além disso, proibiram as instituições financeiras norte-americanas de comprar títulos do governo russo a partir de 14 de junho de 2021. Por sua vez, o Ministério das Relações Exteriores russo afirmou que as sanções dos EUA são contra os interesses de ambos os países, enquanto as acusações são infundadas.

    Mais:

    Moscou acrescenta mais um nome a lista de diplomatas norte-americanos a serem expulsos da Rússia
    Escudo antimíssil: NI descreve capacidade de proteção de Moscou em caso de guerra nuclear
    Noruegueses estocam pílulas de iodo após chegada de submarino nuclear dos EUA
    Brasil e Rússia não devem se sujeitar à geopolítica mundial da energia, diz especialista
    Tags:
    sanções, acusações, dinheiro, ataque cibernético, Ministério das Relações Exteriores, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar