04:03 20 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    61022
    Nos siga no

    O embaixador dos EUA, John Sullivan, foi convocado para receber aviso do assessor do presidente russo, Yuri Ushakov, sobre reação "da forma mais decisiva" de Moscou em caso de novas sanções norte-americanas.

    Conforme o anúncio da chancelaria russa, o embaixador norte-americano foi informado que se os EUA impuserem novas sanções, mesmo depois de Biden ter se mostrado disposto a melhorar relações com a Rússia, Moscou reagirá decisivamente.

    "O embaixador norte-americano foi convocado para [ter conversa com] assessor do presidente [da Rússia], Yuri Ushakov. Durante a conversa, foi dito que, se o lado norte-americano, após as palavras de Biden sobre as intenções de melhorar as relações com a Rússia, empreender novas ações hostis em forma de sansões, o lado russo reagirá da forma mais decisiva", afirmou uma fonte do Ministério das Relações Exteriores russo à Sputnik.

    Anteriormente, a Casa Branca informou que Joe Biden propôs para Vladimir Putin uma reunião nos próximos meses, sem detalhar onde o encontro presidencial seria realizado.

    Preparações para reunião entre Putin e Biden

    A representante oficial do MRE russo, Maria Zakharova, ao comentar a proposta de encontro entre os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e dos Estados Unidos, Joe Biden, declarou que a chancelaria russa está engajada nos preparativos.

    "É competência da administração do presidente, como vocês sabem. Nós, sem dúvidas, estamos fazendo nossa parte do trabalho", afirmou a representante oficial ao canal Soloviev Live no YouTube.

    Entretanto, a recente reunião entre o chanceler russo, Sergei Lavrov, e o enviado presidencial especial para o Clima dos Estados Unidos, John Kerry, na Índia, virou "uma das formas de discussão" de possível encontro presidencial, considerou a diplomata.

    "O recente, e verdadeiramente imprevisto, encontro no corredor de um dos hotéis em Nova Deli entre Sergei Viktorovich Lavrov e John Kerry, em geral, acabou se tornando, não vou dizer que um elemento da preparação [da reunião entre Putin e Biden], mas, sim, uma forma de discussão deste assunto. Ressalto mais uma vez que coisas assim realmente acontecem nas relações internacionais, tendo sido o encontro verdadeiramente aleatório. Contudo, sem dúvida, foram levantadas e discutidas questões muito importantes", detalhou.

    Anteriormente, surgiu uma notícia de que Lavrov e Kerry se reuniram em Nova Deli e discutiram o assunto climático.

    Mais:

    Demonização da Rússia nos EUA se esgotou e atingiu seu limite, diz MRE russo após palavras de Biden
    MRE russo: estratégia de defesa britânica é agressiva e tem como alvo a Rússia
    MRE russo: iniciativa da China para Oriente Médio está em linha com abordagem de Moscou
    Tags:
    Rússia, chancelaria russa, embaixador, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar