20:40 11 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    0 232
    Nos siga no

    Um alto funcionário do Ministério das Relações Exteriores russo criticou a postura militar de Londres na região mais setentrional do mundo, inclusive por não ser um Estado ártico.

    Nikolai Korchunov, enviado especial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia para a Cooperação Ártica, sugeriu que os Estados que não fazem parte da região se abstenham de levar elementos de confronto e de criar novas linhas divisórias.

    "A atividade militar do Reino Unido na área do Ártico não deixa de nos preocupar, porque é um Estado não Ártico. Quando aderiu ao Conselho Ártico, assumiu uma série de compromissos, inclusive de preservar o Ártico como uma zona de paz, desanuviamento e cooperação construtiva", observou o diplomata durante uma coletiva virtual realizada na sede da agência Sputnik.

    De acordo com Korchunov, a Rússia não vê muito bem a internacionalização da atividade militar na região do Ártico, principalmente pelos países-membros da OTAN.

    "Os contingentes militares de Estados não árticos, sejam eles da Europa ou da Ásia, não são bem-vindos", disse ele.

    "Estamos implementando um projeto estritamente pacífico no Ártico. Nossa intenção é promover a exploração econômica sustentável desta região em cooperação com outros países", sublinhou o enviado.

    O jornal The Times informou em 10 de março, citando fontes anônimas, que a Marinha Real britânica manterá uma presença regular no Círculo Polar Ártico "para contrariar a vantagem estratégica da Rússia nas rotas comerciais que se abrirão à medida que as calotas polares derreterem".

    Segundo a mídia, uma fragata do Reino Unido se juntará a um grupo multinacional no mar de Barents nos próximos meses devido ao receio de que Moscou aproveite a mudança climática para estabelecer o controle sobre as regiões polares.

    O Conselho Ártico tem oito membros definidos como Estados árticos: Canadá, Dinamarca, EUA, Finlândia, Islândia, Noruega, Rússia e Suécia.

    Mais:

    Dinamarca investe mais na vigilância do Ártico para conter fortalecimento da Rússia
    Bombardeiros americanos no Ártico: Noruega teve de 'escolher' entre Rússia e EUA, diz especialista
    Mídia americana sugere como EUA podem vencer 'competição feroz' contra Rússia e China no Ártico
    EUA e Canadá iniciam exercícios conjuntos de defesa aérea no Ártico por 1 semana (FOTOS)
    Tags:
    OTAN, Sputnik, Conselho Ártico, Ártico, The Times
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar