09:08 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de agosto (58)
    1150
    Nos siga no

    Após ser o primeiro país a registrar uma vacina contra a COVID-19, o ministro da Saúde russo disse que em breve serão publicadas informações sobre os testes pré-clínicos e clínicos do medicamento.

    Desta forma, serão conhecidos os dados sobre o processo de desenvolvimento da vacina russa Sputnik V.

    "Nos próximos dias, na segunda-feira [17], serão publicados os dados sobre os testes pré-clínicos e clínicos", disse a jornalistas o ministro da Saúde da Rússia, Mikhail Murashko.

    Ainda segundo a autoridade, as críticas feitas à vacina russa em muito estão ligadas ao fato de "ser necessário receber mais dados sobre os testes".

    Contudo, Murashko afirmou que muitos não sabem que "a vacina foi lançada [com base] em uma plataforma na qual outros seis produtos já tinham sido feitos".

    Enquanto isso, os novos testes clínicos da vacina continuarão.

    Sputnik V

    Após meses de pesquisas para criar de uma vacina contra o coronavírus SARS-CoV-2, causador da doença COVID-19, o Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya desenvolveu a vacina Sputnik V.

    O medicamento gerou imunidade de 100% durante testes clínicos e já desperta interesse de diversos países.

    No Brasil, o estado do Paraná assinou acordo com o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo), instituição envolvida no desenvolvimento do medicamento, para a produção da Sputnik V.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de agosto (58)

    Mais:

    Argentina e México vão produzir vacina para toda a América Latina, com exceção do Brasil
    Filipinas poderiam testar vacina russa em 2021, revela porta-voz de Duterte
    Governo de província da Argentina declara interesse na produção da vacina russa Sputnik V
    Tags:
    Rússia, novo coronavírus, pandemia, Sputnik V, vacina, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar