08:37 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Cidadão é detido durante confronto entre apoiadores e oposicionistas de Maduro após tentativa de invasão da embaixada da Venezuela em Brasília

    Rússia classifica tentativa de tomada da embaixada venezuelana no Brasil como 'provocação'

    © Folhapress / Pedro Ladeira
    Rússia
    URL curta
    6500
    Nos siga no

    Representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova criticou a tentativa de tomada da embaixada venezuelana em Brasília e considerou o ato uma provocação.

    "No que diz respeito à história da tentativa de tomada, realizada por apoiadores do autoproclamado – indeterminado em qual qualidade – Guaidó em relação à embaixada da Venezuela [no Brasil], nós consideramos isso uma provocação, como ação coincidida com um evento internacional de peso [cúpula do BRICS], que está ocorrendo esses dias neste país", declarou Zakharova.

    Zakharova também ressaltou que a oposição venezuelana tentou utilizar a situação em prol de seus objetivos políticos, e "as metas não foram poucas".

    "Nós chegamos à conclusão de que esta situação está agora sob o controle e que semelhantes provocações irão transcorrer tendo como base todos os tipos de normas internacionais", ressaltou a porta-voz.

    Invasão à embaixada

    Na quarta-feira (13), a embaixada da Venezuela em Brasília foi palco de uma invasão promovida por simpatizantes do autoproclamado presidente interino venezuelano, Juan Guaidó.

    A ação foi repudiada tanto pelo governo de Caracas quanto pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

    Até o momento, a Polícia Militar do Distrito Federal deteve uma pessoa suspeita de ser líder do ato.

    Mais:

    Ex-chefe de inteligência da Venezuela desaparece na Espanha após decisão de extradição para EUA
    Deputada venezuelana: 'golpe' na Bolívia é armação dos EUA e tem Venezuela na mira
    Venezuela expulsa diplomatas salvadorenhos de acordo com 'princípio de reciprocidade'
    Tags:
    Caracas, Juan Guaidó, Brasília, Venezuela, embaixada, BRICS
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar