03:43 12 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    2160
    Nos siga no

    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, descreveu como inadmissível qualquer tentativa de destruir a Organização Mundial do Comércio (OMC) e defendeu reformas no Fundo Monetário Internacional (FMI).

    "Consideramos contraproducentes qualquer tentativa de destruir a OMC ou reduzir seu papel", disse Putin durante reunião informal dos líderes do BRICS à margem da Cúpula do G20, em Osaka, no Japão.

    Além disso, o presidente russo pediu aos países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) para aumentarem o uso de suas moedas nacionais nos pagamentos internacionais.

    "Parece promissor trabalhar em conjunto para adotar a prática de usar as moedas nacionais de nossos Estados em pagamentos internacionais", afirmou.

    Putin também falou sobre a integração dos sistemas de pagamento dentro do BRICS, bem como a criação de um canal de comunicação independente entre os bancos nacionais.

    "Contribuiria para fortalecer a resiliência dos sistemas bancários dos BRICS à influência externa", ressaltou.

    A reforma do FMI, na opinião do presidente russo, é outra área em que os membros do grupo devem assumir um papel maior.

    "O BRICS pode e deve adquirir um papel mais amplo no sistema financeiro global, buscar levar adiante a reforma do FMI para que as economias emergentes e as nações em desenvolvimento tenham uma influência maior no Fundo", disse.

    Os cinco país do bloco representam 43% da população do planeta e geraram 22,5% do PIB global em 2015.

    Mais:

    Tropas de mísseis russas recebem novos sistemas de desminagem
    Divulgado Vídeo do exato momento da aterrissagem de emergência do avião An-24 em cidade russa
    Mais lindas da Rússia: final do concurso Beleza Russa 2019
    Mídia alemã revela por que aposta da Rússia no ouro dá certo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar