14:33 23 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, e  chanceler russo, Sergei Lavrov.

    EUA esperam que apoio da Rússia a Maduro acabe; chanceler russo defende diálogo

    © REUTERS / Mandel Ngan/Pool
    Rússia
    URL curta
    1208

    O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, se reuniu nesta terça-feira (14) com o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, e discutiu a situação na Venezuela, entre outros assuntos internacionais.

    O chanceler russo declarou que teve um diálogo franco e produtivo com o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, sobre a situação da Venezuela, destacando que a Rússia defende a resolução a crise através de um diálogo interno no país. 

    "Quanto à agenda internacional, falamos abertamente sobre muitas questões, incluindo a situação em torno da Venezuela. A Rússia é a favor de que o povo deste país defina seu futuro e, nesse sentido, é extremamente importante que todas as forças políticas responsáveis ​​patriotas deste país iniciem um diálogo", afirmou Lavrov. 

    O ministro russo defendeu a adesão dos países da região ao Mecanismo de Montevidéu, plataforma de negociação para a crise venezuelana composta por Bolívia, Uruguai, México e a Comunidade do Caribe. 

    "O governo [da Venezuela], como disse Nicolás Maduro, está pronto para esse diálogo", acrescentou Lavrov durante coletiva de imprensa.

    O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, por sua vez, afirmou que o presidente Nicolás Maduro deve deixar o seu cargo. 

    "Os Estados Unidos e outros países consideram que chegou a hora de Maduro sair, para que termine o sofrimento do povo venezuelano", disse Pompeo após a reunião com o chanceler russo. 

    "Nós esperamos que o apoio russo a Maduro acabe", acrescentou o secretário de Estado. 

    Mais:

    'Absurdo': analista comenta possível intervenção militar dos EUA na Venezuela
    Venezuela condena ação de policiais dos EUA em sua embaixada em Washington
    Polícia dos EUA tenta desocupar embaixada da Venezuela ocupada por ativistas (VÍDEO)
    Rússia nega que tentou comprar gás lacrimogêneo em Malta para levar para Venezuela
    Tags:
    intervenção, diálogo, crise, Nicolás Maduro, Sergei Lavrov, Mike Pompeo, EUA, Venezuela, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar