18:00 21 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Russian President Vladimir Putin and US President Donald Trump are seen here ahead of the group photo ceremony for the Asia-Pacific Economic Cooperation leader

    Assessores de Trump fazem pressão por medidas mais agressivas contra Rússia

    © Sputnik / Michael Klimentyev
    Rússia
    URL curta
    4210

    Assessores do presidente dos EUA, Donald Trump, estariam insistindo para que sejam tomadas medidas mais agressivas em relação à Rússia após a recente expulsão dos diplomatas russos.

    De acordo uma publicação do New York Times, a administração Trump está considerando "sanções adicionais e outras medidas". Ao mesmo tempo, as autoridades dizem que não está claro até que ponto o líder norte-americano está disposto a ir.

    Segundo as fontes, citadas no jornal, Trump está cada vez mais convencido dos perigos da Rússia, mas até agora se recusou a endurecer sua posição publicamente. 

    Os Estados Unidos expulsaram 60 diplomatas russos do país e determinaram o fechamento do consulado-geral da Rússia em Seattle. A decisão foi tomada com o pretexto de que os diplomatas supostamente estariam envolvidos em espionagem nos Estados Unidos, bem como em solidariedade com as autoridades britânicas no "caso Skripal". 

    O Reino Unido acusa a Rússia de estar envolvida no envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal, que foi encontrado inconsciente, junto com sua filha Yulia, na cidade de Salisbury. Moscou negou categoricamente as acusações.

    Mais:

    Filha de Skripal já não está em estado grave e se recupera rapidamente de envenenamento
    Diplomacia russa enfatiza: Moscou não tem nenhuma ligação com envenenamento de Skripal
    Moscou qualifica 'evidências' de Londres sobre caso Skripal como falsificação global
    Opinião: Rússia erra no caso Skripal ao acreditar que lida com jogadores honestos
    Tags:
    sanções, envenenamento, Sergei Skripal, Donald Trump, Reino Unido, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik