08:37 21 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Área interditada pela polícia na cidade inglesa de Salisbury, condado de Wiltshire, onde o ex-espião russo Sergei Skripal foi encontrado com sintomas de envenenamento

    'História impossível': por que acusação sobre Moscou ter envenenado ex-espião é infundada?

    © AP Photo/ Steve Parsons
    Rússia
    URL curta
    Envenenamento de ex-espião russo (100)
    1170

    É impossível determinar em uma semana a substância que envenenou o ex-espião russo, Sergei Skripal, bem como o país produtor, afirmou na terça-feira (13) o senador Andrei Lugovoi, ao comentar a declaração da primeira-ministra britânica, Theresa May, quanto ao gás de fabricação russa Novichok.

    "O incidente requer tanta pressa, que já foi até mesmo determinado sobre qual substância se trata. Contudo, o mais importante é que qualificaram a Rússia como país produtor, sendo isso impossível de determinar exatamente em uma só semana. Em geral, trata-se de uma história impossível", afirmou Lugovoi à Sputnik.

    O deputado frisou que considera absurdas as declarações da primeira-ministra britânica.

    Anteriormente, a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, não se conteve na hora de acusar. Para ela, Moscou ou foi a responsável pelo envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal ou permitiu que o agente caísse nas mãos do executor.

    A primeira-ministra disse ser "altamente provável que um russo tenha sido o responsável pelo ato contra Sergei e [sua filha] Yulia Skripal" e advertiu que Moscou agora tem até o final de terça-feira para divulgar os detalhes de seu programa de neurotóxicos Novichok à Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ). Se uma resposta aceitável não for recebida, Londres considerará o envenenamento como o uso da força no território britânico.

    Tema:
    Envenenamento de ex-espião russo (100)

    Mais:

    Envenenamento de espião russo 'provocará uma resposta', diz secretário de Estado dos EUA
    Moscou qualifica acusações de envenenamento de ex-espião russo como propaganda
    Substância usada contra ex-espião russo teria contaminado mais de 20 pessoas na Inglaterra
    Tags:
    envenenamento, acusações, Theresa May, Reino Unido, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik