05:47 11 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Vítima de um ataque suspeito com armas químicas enquanto recebe tratamento em um hospital na cidade de Khan Shaykhun, na província de Idlib, na Síria

    Rússia veta resolução japonesa para estender investigação de armas químicas na Síria

    © AP Photo/ Edlib Media Center
    Rússia
    URL curta
    13142

    A Rússia vetou o projeto de resolução do Japão para prolongar temporariamente o mandato do Mecanismo de Investigação Conjunta da Organização das Nações Unidas para a Proibição de Armas Químicas (JIM), informou o atual presidente do Conselho de Segurança da ONU e embaixador italiano nas Nações Unidas, Sebastiano Cardi.

    "O resultado da votação é o seguinte: 12 votos a favor, 2 votos contra, 1 abstenção, o projeto de resolução não foi adotado devido a um voto negativo de um membro permanente do Conselho de Segurança", disse Cardi ao Conselho de Segurança da ONU na noite de sexta-feira.

    A equipe de Trump condenou o veto da Rússia dizendo que Moscou estava protegendo o governo sírio de Bashar Assad de ser responsabilizado pelo uso de armas químicas.

    Em 26 de outubro, a Missão apresentou ao Conselho de Segurança da ONU um relatório confidencial sobre o ataque de abril na província síria de Idlib, em que mais de 80 pessoas foram mortas pelo alegado uso de gás sarin. O relatório atribui o ataque ao governo sírio. 

    O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse em uma declaração que as opiniões dos especialistas russos não foram levadas em consideração durante a investigação, embora "eles sejam realmente objetivos, porque, ao contrário do relatório da Missão, se baseiam em leis de física, balística e análise técnica", afirmou a Pasta na época.

    Anteriormente, a Rússia já tinha bloqueado um projeto americano com o mesmo propósito. O país também resolveu retirar a resolução própria que estabelecia parâmetros próprios para a investigação.

    Mais:

    EUA reconhecem que terroristas ligados à Frente al-Nusra usaram armas químicas
    EUA acusam Rússia de atrapalhar investigação sobre uso de armas químicas na Síria
    Zakharova: grupo Al-Shabaab planeja ataque com armas químicas na Síria
    Coreia do Norte estaria cooperando para o desenvolvimento de armas químicas na Síria
    Tags:
    Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Conselho de Segurança da ONU, Sebastiano Cardi, Bashar Assad, Moscou, Síria, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik