05:17 20 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    20221
    Nos siga no

    O contingente das Forças Armadas da Rússia começa se reduzindo, os primeiros a deixar a Síria serão o porta-aviões Admiral Kuznetsov, o cruzador Pyotr Veliky e os navios que os acompanham, declarou na sexta-feira (6) aos jornalistas Valery Gerasimov, chefe do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.

    "Conforme decisão do Comandante Supremo das Forças Armadas da Rússia, Vladimir Putin, o Ministério da Defesa russo começa reduzindo seu contingente na Síria", disse ele.

    Gerasimov destacou que os navios da Frota do Norte chefiados pelo Admiral Kuznetsov serão os primeiros a deixar a zona de conflito.

    "Quero agradecer a todos os efetivos do grupo naval pelo cumprimento das tarefas que lhe foram atribuídas. Ordeno ao vice-almirante Viktor Sokolov que a partir de hoje se inicie a desmobilização do grupo naval e que este regresse ao seu posto de baseamento principal em Severomorsk de acordo com o plano anteriormente aprovado", disse Gerasimov.

    Ele também lembrou que a partir das 00h00 de 30 de dezembro na Síria entra em vigor o regime de cessar-fogo.

    O general frisou que os êxitos em Aleppo podem se tornar a base para a regulação pacífica na Síria.

    "Os êxitos do exército sírio na libertação de Aleppo criaram as condições necessárias para uma regulação pacífica do conflito. O atual regime de cessar-fogo é a prova disso", sublinhou Gerasimov.

    Mais:

    Vida após a guerra: primeiros passos da Síria para a paz
    Ministério da Defesa russo: coalizão dos EUA destroi infraestrutura síria desde 2012
    Diretor da CIA acusa Rússia de usar 'política de terra arrasada' na Síria
    Tags:
    grupo naval, operação militar, Pyotr Veliky, Admiral Kuznetsov, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar