19:33 02 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5324
    Nos siga no

    Em abril, Teerã notificou a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) sobre sua intenção de iniciar o enriquecimento de urânio até 60% de pureza.

    Tal decisão foi tomada após um incidente na usina nuclear de Natanz, que resultou em sérios problemas na rede de distribuição elétrica da usina.

    Deste modo, o presidente do Irã, Hassan Rouhani – prestes a ceder seu cargo para Ebrahim Raisi – reiterou que a nação persa está pronta para elevar a pureza de seu urânio até 90%.

    Em uma reunião do gabinete nesta quarta-feira (14), Rouhani argumentou que a "Organização de Energia Atômica do Irã [AEOI, na sigla em inglês] pode enriquecer o urânio a 20% e 60% e, se algum dia nosso reator precisar, poderá produzir urânio [enriquecido em] 90%".

    O ainda presidente da República Islâmica chegou a relembrar o momento da saída do ex-presidente dos EUA, Donald Trump, do Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês) em maio de 2018. Para Rouhani, ao ter abandonado unilateralmente o JCPOA, Trump tentou liquidar o acordo nuclear de 2015 e fazer com que a economia iraniana entrasse em colapso, mas sem sucesso.

    Ex-presidente do Irã, Hassan Rouhani, ouve o presidente da Organização de Energia Atômica do Irã, Ali Akbar Salehi, durante sua visita à exposição das conquistas nucleares em Teerã, 10 de abril de 2021
    © AP Photo / Presidência do Irã
    Ex-presidente do Irã, Hassan Rouhani, ouve o presidente da Organização de Energia Atômica do Irã, Ali Akbar Salehi, durante sua visita à exposição das conquistas nucleares em Teerã, 10 de abril de 2021

    Contudo, tamanho enriquecimento coloca questões, e alimenta preocupações, sobre a natureza do programa nuclear iraniano. O presidente, por sua vez, continua afirmando que Teerã apenas tem intenções civis para seu poder nuclear.

    "Hoje já conseguimos enriquecer o urânio até 90%, se mostrarmos determinação. No entanto, dissemos desde o início que nossas atividades nucleares são completamente pacíficas, mantemos nossas palavras e não buscamos obter uma bomba nuclear", afirmou Rouhani.

    Mais:

    Acordo alcançado? Teerã diz que EUA concordam em suspender sanções ao petróleo iraniano
    Talibã declara ser contra instalação de militares turcos no Afeganistão após retirada dos EUA
    Irã anuncia novos navios e diz que parte das navegações no Atlântico pretendiam 'provocar' os EUA
    Tags:
    programa nuclear iraniano, Natanz, urânio, Teerã, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar