04:51 30 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    131240
    Nos siga no

    O primeiro-ministro enviou um aviso ao grupo Hamas neste domingo (20), durante a cerimônia em memória dos mortos na Operação Margem Protetora de 2014 em Gaza.

    Neste domingo (20), em cerimônia em memória das vítimas da Operação Margem Protetora de 2014 em Gaza, o primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, enviou uma mensagem ao Hamas em seu discurso, no qual também fez referência aos recentes ataques de "balões incendiários" a partir da Faixa de Gaza para o território israelense na sexta-feira (18).

    "Nossos inimigos conhecerão as regras: não sofreremos violência e um lento gotejamento [de foguetes]. Nossa paciência acabou", disse Bennett, segundo o The Times of Israel.

    "Os residentes da periferia de Gaza não são cidadãos de segunda classe. Aqueles que vivem em Sderot, Ashkelon e Kfar Aza merecem viver em paz e segurança", acrescentou Bennett relembrando os ataques.

    Ele enfatizou ainda que não quer prejudicar os civis da região garantindo que a rivalidade de Israel "não é com o povo de Gaza".

    "Não temos intenção de prejudicar aqueles que não se levantaram contra nós para nos matar. Não odiamos aqueles mantidos como reféns por uma organização terrorista cruel e violenta", esclareceu o primeiro-ministro.

    Na sexta-feira (18), Forças de Defesa de Israel (FDI) publicaram um vídeo de ataques aéreos realizados contra alvos na Faixa de Gaza. Segundo o Exército de Israel, a investida aérea foi conduzida em resposta ao lançamento contínuo de "balões incendiários" a partir da Faixa de Gaza para o território israelense, tendo como alvo complexos militares do movimento Hamas e um local de lançamento de foguetes.

    Fumaça e chamas após ataques aéreos israelenses contra Faixa de Gaza, 17 de junho de 2021
    © REUTERS / Mohammed Salem
    Fumaça e chamas após ataques aéreos israelenses contra Faixa de Gaza, 17 de junho de 2021

    Os conflitos na região estão mais intensos desde o final de abril, quando militares israelenses detectaram projéteis lançados contra seu território por três noites consecutivas e, segundo eles, agiram em resposta atacando posições do Hamas. Centenas de feridos já foram contabilizados desde então.

    Mais:

    Israel pede ao Egito que pare entrada de cimento, gasolina e materiais de construção em Gaza
    Caças israelenses bombardeiam alvos do Hamas em Gaza (VÍDEO)
    Israel teria realizado ataques aéreos contra alvos no norte da Faixa de Gaza
    Tags:
    conflitos, ataques, Naftali Bennett, Faixa de Gaza, Hamas, Gaza, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar