20:53 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0410
    Nos siga no

    As Forças de Defesa de Israel (FDI) justificaram ataque alegando ter sido atingidas primeiro por pelo menos três foguetes da Faixa de Gaza nos últimos dias. Confrontos já contabilizam mais de 300 feridos na região.

    No domingo (9), as Forças de Defesa de Israel atacaram um posto militar do Hamas em resposta ao lançamento de pelo menos três foguetes de Gaza. As FDI relataram em sua conta no Twitter nesta segunda-feira (10) o ataque, que teria sido em resposta ao lançamento de foguetes e ao uso de balões incendiários explosivos, ocorridos horas antes.

    ​São 07h00 [01h00, no horário de Brasília]. Mais três foguetes foram disparados contra o sul de Israel, interrompendo o que deveria ser uma manhã típica. Os pais estão acordando seus filhos e levando-os às pressas para abrigos antibombas. A hora do terror não é agora, nem nunca.

    O ataque ocorre depois que o sistema israelense de defesa antiaérea Cúpula de Ferro interceptou um dos foguetes lançados da Faixa de Gaza no domingo (9), em meio a uma escalada entre militares israelenses e palestinos na região. Mais três foguetes visando o sul de Israel foram lançados na manhã de segunda-feira (10), de acordo com relato oficial militar israelense.

    Além do contra-ataque, as forças israelenses também bloquearam a zona de pesca na costa de Gaza, evitando que os arrastões palestinos saiam para o mar. Israel, através da Coordenação de Atividades Governamentais de Israel no Escritório de Territórios em Jerusalém, anunciou que também fechou a passagem de fronteira de Beit Hanoun, no norte da Faixa de Gaza. O comunicado acrescentou que o portão permanecerá fechado, exceto em circunstâncias humanitárias e excepcionais até novo aviso.

    Mais de 215 pessoas ficaram feridas nos confrontos com a polícia israelense nos últimos dias fora da mesquita Al-Aqsa, no monte do Templo, em Jerusalém, disse o escritório da organização humanitária do Crescente Vermelho. De acordo com a organização, até agora 153 pessoas foram hospitalizadas.

    No final de abril, militares israelenses detectaram projéteis lançados contra seu território por três noites consecutivas. Em resposta a essas ações, eles atacaram posições do Hamas.

    Mais:

    FDI poderão 'responder com força' se ataques de Gaza perdurarem, diz gabinete de segurança de Israel
    Drone do Exército israelense cai no norte da Faixa de Gaza
    Israel bombardeia posto militar em Gaza após suposto ataque ao seu território
    Tags:
    Gaza, Israel, Jerusalém, confronto, foguetes, ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar