23:00 19 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    31420
    Nos siga no

    Turquia anunciou nesta sexta-feira (30) a criação de uma nova base militar no Curdistão iraquiano com o objetivo de interromper o movimento de combatentes curdos na região.

    Ontem, Suleyman Soylu, ministro do Interior da Turquia, disse em uma reunião às portas fechadas do governista Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP) que a mais recente ofensiva no Curdistão continuaria e que a posição vantajosa da Turquia se solidificaria com a construção de uma nova base na região de Metina, no norte do Iraque, "tal como fizemos na Síria".

    Vale recordar que na semana passada Ancara anunciou que iniciou uma dupla ofensiva aérea e terrestre contra a insurgência curda do PKK no Iraque.

    "Esta região é uma rota para Qandil e nós vamos controlar esta linha", disse Soylu, segundo informa o jornal Turkiye.

    Região montanhosa de Qandil é a sede do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que busca criar um Estado curdo em partes da Turquia e do Iraque e é considerado uma organização terrorista pela Turquia.

    Região de Metina tem uma importância estratégica para o PKK, e uma base turca na área será capaz de controlar eficazmente os movimentos do grupo militante entre Qandil, Síria, o Curdistão iraquiano e o sudeste da Turquia, informa Rudaw, um grupo de mídia sediado na cidade de Erbil, capital do Curdistão iraquiano.

    Fundado na década de 1970, o PKK tem lutado de armas nas mãos contra o governo de Ancara por décadas, exigindo a criação de uma autonomia curda no sudeste da Turquia. Um acordo de cessar-fogo foi alcançado em 2013, mas fracassou dois anos depois.

    Mais:

    Preço dos motores dos caças F-35 aumenta com expulsão da Turquia do programa
    EUA suspendem serviços diplomáticos na Turquia temendo reações a reconhecimento do genocídio armênio
    Turcos exigem que EUA abandonem base aérea de Incirlik após Biden reconhecer genocídio armênio
    Tags:
    combatentes curdos, Iraque, Turquia, base militar, Síria, Oriente Médio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar