15:15 11 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Situação da COVID-19 em meados de abril no mundo (75)
    0 20
    Nos siga no

    O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou novas restrições e um "lockdown parcial" nas primeiras duas semanas do mês sagrado do Ramadã, a fim de conter o aumento das infecções por coronavírus.

    A Turquia ocupa o quarto lugar em novos casos de COVID-19 no mundo, chegando a quase 56 mil pessoas contaminadas no último sábado (10), cinco vezes mais em relação ao início de março, quando Erdogan afrouxou as restrições sociais. Na segunda-feira (12), o ministro da Saúde do país alertou para uma "terceira onda" da pandemia, segundo publicou a Reuters.

    O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, é visto em uma tela durante uma videochamada com a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o presidente do Conselho da UE, Charles Michel, em Bruxelas, Bélgica, 19 de março de 2021.
    © REUTERS / POOL
    O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, é visto em uma tela durante uma videochamada com a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o presidente do Conselho da UE, Charles Michel, em Bruxelas, Bélgica, 19 de março de 2021

    Falando após uma reunião de gabinete, Erdogan disse que a duração do toque de recolher durante a semana foi prorrogada, anunciou limitações nas viagens intermunicipais e no transporte público e proibiu todos os eventos em espaços fechados até depois do Ramadã. Ele também disse que algumas classes voltariam para o ensino on-line.

    As novas medidas entrarão em vigor na noite de quarta-feira (14) e as etapas serão reavaliadas em duas semanas.

    O Ramadã é o nono mês do calendário islâmico, no qual a maioria dos muçulmanos pratica o seu jejum ritual, o quarto dos cinco pilares do Islã.

    Como o Islã segue um calendário lunar, a data varia todo ano. Depende de a lua crescente ser avistada. Neste ano, a maior parte dos muçulmanos começou a jejuar na manhã desta terça-feira (13).

    Tema:
    Situação da COVID-19 em meados de abril no mundo (75)

    Mais:

    Na França, centro muçulmano é pichado faltando 2 dias para o Ramadã (FOTOS)
    Entregas da Sputnik V na Turquia podem ter início em até 4 meses, diz ministro
    Canadá cancela licenças militares à Turquia devido a suposto uso de suas armas em Nagorno-Karabakh
    Tags:
    lockdown, ramadã, COVID-19, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar