09:23 24 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    114
    Nos siga no

    Grupos armados atacaram nesta quarta-feira (24) a cidade de Palma, no norte de Moçambique, o centro urbano mais próximo de empreendimentos do setor de gás no país, avaliados em US$ 60 bilhões (R$ 332 bilhões).

    Segundo a agência Reuters, duas fontes confirmaram os ataques, que estão acontecendo a uma distância cada vez menor dos empreendimentos, que já tiveram que ser paralisados por problemas de segurança.

    A cidade de Palma está situada a menos de 25 quilômetros de um campo de construção de empreendimentos de gás liderados por grandes empresas petrolíferas, como a francesa Total. O ataque aconteceu no mesmo dia em que a empresa francesa anunciou que retomaria gradualmente as obras no local, após suspendê-las devido aos ataques nas proximidades.

    A província de Cabo Delgado, localizada no extremo norte de Moçambique, vem registrando, desde 2017, ações de um grupo insurgente islâmico em áreas cada vez mais próximas dos projetos de exploração de gás.

    As ações do grupo, que afirma ter vínculos com o Daesh (também conhecido como Estado Islâmico e proibido na Rússia e em outros países), aumentaram no ano passado, quando os insurgentes começaram a enfrentar o Exército de Moçambique para tomar cidades inteiras.

    A agência de notícias Lusa, de Portugal, foi a primeira a reportar o ataque, que depois foi confirmado à Reuters por uma fonte de segurança e outra fonte familiarizada com o assunto.

    Citando fontes no local, a Lusa disse que disparos de armas automáticas foram ouvidos em Palma, que houve ataques a estabelecimentos e que havia gente em fuga. Além disso, a agência informou que helicópteros foram vistos sobrevoando a cidade e que a comunicação no local foi cortada mais tarde.

    Conhecido por realizar decapitações em massa, o grupo insurgente conseguiu, no ano passado, assumir o controle de cidades inteiras, incluindo Mocímboa da Praia, que serve de ponto de trânsito de mercadorias e trabalhadores relacionados aos empreendimentos de gás.

    A proximidade de Palma com os projetos significa que a cidade tem uma importância ainda mais estratégica e é vista como uma base para as operações das empresas. A região se tornou um polo de atração para a força de trabalho, para onde muita gente se mudou em busca dos ganhos relacionados com uma das maiores descobertas de gás em uma década. 

    Mais:

    Polícia tanzaniana confirma ataque de jihadistas de Moçambique em vilarejo fronteiriço
    Em Moçambique, mineradora Vale é condenada a indenizar camponeses
    'Osso duro de roer': granada de RPG fica presa em blindagem de veículo em Moçambique (VÍDEO)
    Tags:
    África Austral, Total, terrorismo islâmico, exploração de gás, Moçambique
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar