17:43 25 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6405
    Nos siga no

    Javad Zarif, chanceler iraniano, afirmou possuir informação de inteligência que indica a possível iminência de um ataque israelense a alvos norte-americanos para atribuí-lo ao Irã.

    O ministro das Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, ofereceu um aviso a Donald Trump, presidente dos EUA, sobre uma possível operação de bandeira falsa em preparação.

    Novas informações do Iraque indicam que agentes provocadores israelenses estão planejando ataques contra os americanos, enrolando um Trump prestes a sair (do poder norte-americano) em um casus belli falso.

    Tome cuidado com uma armadilha, Donald Trump. Quaisquer fogos de artifício terão um mau resultado, particularmente para seus melhores amigos para sempre.

    A embaixada e outras instalações dos EUA em Bagdá, Iraque, localizadas na Zona Verde da capital iraquiana, têm estado rotineiramente sob ataques de foguetes nos últimos dois anos, com Washington atribuindo os ataques às milícias iraquianas supostamente apoiadas pelo Irã, que, no entanto, apenas reivindicou um ataque com mísseis sem vítimas mortais contra bases militares em janeiro de 2020, em resposta ao assassinato do major-general iraniano Qassem Soleimani.

    O militar iraniano estava saindo do Aeroporto Internacional de Bagdá, Iraque, onde desembarcou para liderar uma missão diplomática. O ataque não foi aprovado pelas autoridades iraquianas e enfureceu não só o Irã, mas também os legisladores iraquianos.

    As autoridades iraquianas aprovaram uma moção não obrigatória exigindo a saída de todas as tropas estrangeiras do país. Teerã, por sua vez, prometeu vingar a morte de Soleimani, a menos que os EUA retirassem suas tropas de toda a região.

    Mais:

    Face à morte de Fakhrizadeh, ex-espiões do Mossad dão seus pontos de vista sobre assassinatos
    'Devem sair': Irã critica presença de tropas dos EUA na Síria, exigindo sua retirada imediata
    Irã diz que 'livro não está fechado' sobre possível vingança por assassinato de Soleimani
    Tags:
    Zona Verde de Bagdá, Iraque, Bagdá, Mohammad Javad Zarif, Israel, Donald Trump, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar