06:23 17 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 20
    Nos siga no

    A missão das Nações Unidas e da União Africana concluiu 13 anos de operações de manutenção da paz na região de Darfur, no oeste do Sudão, nesta quinta-feira (31).

    "A missão de manutenção da paz terminou dia 31 de dezembro à meia-noite em Darfur", disse o porta-voz da UNAMID, Ashraf Eissa, à AFP, acrescentando que uma retirada gradual começará a partir de janeiro de 2021.

    Familiares do ex-presidente do Sudão, Omar Bashir, acusado de crimes de guerra em Darfur, protestam em Cartum
    © AP Photo / Marwan Ali
    Familiares do ex-presidente do Sudão, Omar Bashir, acusado de crimes de guerra em Darfur, protestam em Cartum

    Os combates eclodiram em Darfur em 2003, quando rebeldes de minorias étnicas se levantaram contra o governo árabe em Cartum, que respondeu recrutando e armando milícias de domínio árabe conhecidas como Janjaweed.

    Um total de 300.000 pessoas foram mortas e 2,5 milhões ficaram desabrigadas, de acordo com as Nações Unidas.

    "Este processo deve resultar na retirada de todo o pessoal civil e uniformizado do Sudão até 30 de junho de 2021. A partir de 1º de janeiro de 2021, as tropas e o pessoal da polícia da UNAMID se concentrarão em fornecer segurança para as atividades de retirada, pessoal e ativos da missão", completou Eissa.

    O porta-voz disse que a retirada gradual dos cerca de 8.000 militares armados e civis da missão será concluída em seis meses.

    "O governo sudanês assumirá a responsabilidade pela proteção de civis na área", informou a UNAMID.

    Mais:

    Forças etíopes são acusadas de bloquear entrada de refugiados no Sudão
    EUA retiram Sudão da lista de países que apoiam o terrorismo depois de 27 anos
    Riad parabeniza EUA por remover Sudão da lista de apoiadores do terrorismo
    Tags:
    conflito, ONU, Missão Paz, Darfur, Sudão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar