16:02 25 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7625
    Nos siga no

    Em novembro, o Exército da Austrália demitiu 13 soldados conectados em escândalo de crimes perpetrados por tropas australianas no Afeganistão.

    O jornal Guardian Australia revelou nesta terça-feira (1º) a foto de um solado alegadamente das Forças Especiais australianas bebendo cerveja em uma prótese de perna de um combatente do Talibã morto.

    O soldado supostamente presente na imagem ainda está em serviço, segundo o jornal. A cena ocorreu em um bar não autorizado, chamado Fat Lady’s Arms, dentro da base das Forças Especiais em Tarin Kowt, no Afeganistão, em 2009.

    ​Exclusivo: Pela primeira vez, o Guardian Australia pode revelar a imagem de soldados australianos bebendo da prótese de perna de um combatente talibã morto, confirmando que a prática ocorreu na base da Forças Especiais em Tarin Kowt em 2009. Artigo de Rory Callinan

    Acredita-se que a prótese pertença a um combatente do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) morto durante uma operação em um complexo de túneis em Kararakna, província de Uruzgan, Afeganistão.

    Após a operação, a prótese foi levada para o bar e viajou com o esquadrão.

    "Onde quer que o bar Fat Lady’s Arms fosse criado, este seria o local onde a perna seria mantida e usada ocasionalmente para beber", um antigo soldado afirmou ao jornal.

    A notícia surge duas semanas após o comandante da Força de Defesa Australiana (ADF, na sigla em inglês), Angus Campbell, divulgar um relatório sobre crimes de guerra cometidos por soldados australianos no país. No documento, existem dados sobre 39 assassinatos de civis e prisioneiros afegãos cometidos por tropas de elite entre 2005 e 2016.

    Mais:

    EUA, Japão, Índia e Austrália realizam manobras navais no oceano Índico
    Administração Biden tem de completar saída de tropas dos EUA do Afeganistão, diz Talibã
    EUA, Japão e Austrália realizam pela 5ª vez exercícios navais no mar do Sul da China em 2020
    Tags:
    escândalo, Talibã, soldado, Afeganistão, Austrália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar