22:04 19 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    11445
    Nos siga no

    Mohammad Reza Fallahzadeh, vice-comandante da Força Quds do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, advertiu os "criminosos dos EUA" que o Irã vai "definitivamente" vingar a morte do general Qassem Soleimani, bem como de outros combatentes, pelas forças americanas.

    Os inimigos devem estar conscientes de que assassinar os comandantes e combatentes nunca forçará a República Islâmica a recuar, acrescentou o brigadeiro-general Fallahzadeh, relata agência Tasnim.

    As declarações do vice-comandante da Força Quds vão em sintonia com os avisos do líder iraniano aiatolá Ali Khamenei, que advertiu que o Irã nunca esquecerá que os EUA assassinaram Soleimani, prometendo que o Irã "vai definitivamente dar o golpe recíproco aos americanos".

    Em Teerã, manifestantes queimam bandeira dos Estados Unidos em comemoração do aniversário da Revolução Islâmica do Irã
    © AP Photo / Ebrahim Noroozi
    Em Teerã, manifestantes queimam bandeira dos Estados Unidos em comemoração do aniversário da Revolução Islâmica do Irã

    Anteriormente, o presidente dos EUA ameaçou o Irã após surgirem relatos na imprensa, segundo os quais a República Islâmica estaria planejando assassinar Lana Marks, embaixadora norte-americana na África do Sul, como retaliação pelo assassinato do general iraniano Qassem Soleimani.

    Mais:

    'Isolamento máximo': Irã comemora fracasso dos EUA em restaurar sanções da ONU
    Abrams promete que Irã pagará 'preço muito alto' em caso de ataque contra os EUA
    'Terrorismo médico' dos EUA impede resposta adequada do Irã à pandemia, diz chanceler
    Tags:
    Aiatolá Ali Khamenei, Irã, assassinato, Estados Unidos, Corpo de Guardas da Revolução Islâmica (IRGC), Qassem Soleimani
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar