04:25 12 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    258
    Nos siga no

    Enquanto o premiê israelense Benjamin Netanyahu planeja alargar o território de Israel estendendo-o a parte da Cisjordânia, secretário de Estado americano diz que decisão sobre anexação cabe a Israel.

    A declaração do secretário de Estado americano Mike Pompeo veio logo após assessores do presidente dos EUA Donald Trump terem discutido o apoio aos planos de anexação de Netanyahu.

    Apesar dos pedidos e avisos de aliados tanto de Israel quanto dos EUA contra a anexação, Pompeo disse a jornalistas que o alargamento da soberania de Israel era uma decisão "para os israelenses tomarem", publicou a agência Reuters.

    Desta forma, o governo americano expressou apoio à ideia da expansão de Israel ao integrar oficialmente ao seu território soberano os assentamentos judaicos na Cisjordânia.

    O território também é reivindicado pelos palestinos para a criação de seu Estado. Enquanto isso, a anexação dos assentamentos provoca temores entre a própria população israelense.

    Plano de Trump

    Em janeiro passado, a administração Trump anunciou ao mundo o chamado Acordo do Século que visa resolver a disputa territorial entre israelenses e palestinos.

    Pelo acordo, os EUA reconheceriam os assentamentos judaicos construídos em terras palestinas como parte do território de Israel.

    Por outro lado, seria criado um Estado palestino, mas com inúmeras restrições.

    Enquanto isso, o premiê israelense pretende aumentar o território de Israel "acrescentando" o Vale do Jordão (parte oriental da Cisjordânia) a partir de julho, o que é visto como ilegal por muitos países e já provocou a desaprovação da ONU.

    Ainda de acordo com a mídia, citando uma fonte do governo de Trump, os EUA são a favor de uma expansão israelense gradual, iniciando-se pelos assentamentos próximos de Jerusalém.

    Mais:

    Antigo cetro descoberto em Israel seria evidência de 'estátuas divinas' de tamanho natural (FOTOS)
    Irã ameaça e pede que agência nuclear da ONU ignore relatório apresentado por Israel
    Suposto vinhedo bíblico é encontrado em Israel
    Tags:
    EUA, Mike Pompeo, Donald Trump, Estado Palestino, Cisjordânia, assentamentos, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar